Treinos livres para o GP do Bahrein podem ter chuva

Uma garoa já caiu no paddock nesta quinta-feira, em pleno deserto, mas altas temperaturas devem secar a pista rapidamente

Em uma região de deserto, o Bahrein recebe apenas 10 milímetros de chuva em média no mês de abril – para se ter uma ideia, a média histórica em um mês que costuma ser bastante seco em São Paulo, agosto, é de 39,4 – mas há uma chance de chover durante as sessões de treinos livres de amanhã. Os treinos acontecem às 4 e às 8h pelo horário de Brasília.

Nesta quinta-feira, já choveu brevemente no paddock. Ano passado, a água também deu as caras logo antes da primeira sessão de treinos. Porém, com o calor acima dos 35ºC na temperatura ambiente, a água seca rapidamente e não deve afetar diretamente os treinos. O mais provável é que dificulte ainda mais a situação da pista, já bastante suja por ser pouco usada durante o ano e pela areia.

Outro fator que preocupa os pilotos é o vento. A previsão é de que ele esteja mais forte na sexta-feira e vá diminuindo ao longo do final de semana. Ventos fortes afetam na relação de marchas e nas freadas, dependendo da direção.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Tipo de artigo Últimas notícias