Triplo fim de semana de corridas não deve se repetir em 2019

compartilhar
comentários
Triplo fim de semana de corridas não deve se repetir em 2019
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
Co-autor: Ben Anderson
6 de jul de 2018 21:45

Equipes de Fórmula 1 não esperam repetição para a próxima temporada

Toro Rosso mechanics perform a practice pit stop
Claire Williams, Williams Deputy Team Principal in the Williams FW41
Toro Rosso mechanics perform stretching exercises
Sauber mechanics
Guenther Steiner, Team Prinicipal, Haas F1 Team, Dr. Vijay Mallya, Force India Formula One Team Owner, Zak Brown, McLaren Racing CEO and Claire Williams, Williams Deputy Team Principal in the Press Conference
Ferrari mechanics
Guenther Steiner, Team Principal, Haas F1 Team
Guenther Steiner, Team Principal, Haas F1, and the Haas F1 team on the pit wall
Cyril Abiteboul, Managing Director, Renault Sport F1 Team

O GP da Grã-Bretanha deste fim de semana será a terceira corrida consecutiva, depois dos GPs da França e Áustria, e as equipes só terão um final de semana livre antes das corridas consecutivas na Alemanha e Hungria.

O Grupo de Estratégia da F1 se reuniu no início desta semana, em que a Liberty Media, detentora de direitos comerciais, delineou sua intenção de evitar um triplo fim de semana de corridas para a próxima temporada.

O chefe da McLaren, Zak Brown, disse: "Meu entendimento é que o calendário provavelmente não terá três fins de semana seguidos de corridas novamente no ano que vem.”

"Isso foi o que foi discutido na reunião de estratégia no início desta semana, mas não acho que seja definitivo.”

"Acho que a maioria das equipes, se não todas, provavelmente não prefeririam três corridas."

As equipes tiveram que recrutar mais pessoas para ajudar com alguns problemas logísticos, como dirigir os caminhões entre os países, dividindo responsabilidades para tentar dar aos funcionários pequenos intervalos.

"O mais importante são as pessoas", disse a vice-presidente da Williams, Claire Williams.

"Eles fazem um esforço enorme e, quando não conseguem chegar em casa, é difícil para eles e suas famílias.”

"Eu não acredito que três provas seguidas apareçam no calendário novamente. Talvez tenhamos aprendido a lição de que é um show bastante difícil para todos."

A F1 poderia adicionar o GP de Miami na próxima temporada, apesar do GP da Alemanha - que fará parte da sequência de cinco corridas em seis finais de semana este ano - não fazer parte.

O chefe da Haas, Gunther Steiner, teme que a F1 não se beneficie de colocar tantas corridas em rápida sucessão.

"Não é só que as equipes são desafiadas, precisamos também ver o que os fãs pensam, se há um fator de saturação, se ninguém está assistindo a terceira corrida consecutiva", disse ele.

"A F1 é muito boa em superar desafios logísticos e técnicos, é nisso que somos os melhores. Mas isso tem um custo financeiro e humano.”

"Podemos fazer tudo - quatro ou cinco seguidas - mas realmente queremos fazer isso? Vale a pena?”

O chefe da Renault, Cyril Abiteboul, disse ao Motorsport.com que prefere "priorizar a qualidade em detrimento da quantidade."

"Uma corrida de Fórmula 1 tem que ser algo especial", disse ele. Mais corridas será desafiador, mas acho que esse não é o ponto.”

"O ponto é pensar 'qual é o equilíbrio certo entre criar uma constante em estar aqui e um pouco de expectativa'.”

"Se você está constantemente disponível, o amor pode desviar um pouco. Então, você precisa manter esse sentimento de algo especial."

Next article
Raikkonen espera que Ferrari mantenha ritmo no sábado

Previous article

Raikkonen espera que Ferrari mantenha ritmo no sábado

Next article

Sainz lamenta novo asfalto pelos pilotos da MotoGP

Sainz lamenta novo asfalto pelos pilotos da MotoGP
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Scott Mitchell