Último do grid, Alonso prevê “corrida complicada”

compartilhar
comentários
Último do grid, Alonso prevê “corrida complicada”
Por: Redacción
Traduzido por: Daniel Betting
7 de out de 2017 14:25

Piloto espanhol largará no final do grid do GP do Japão, apesar de ter escorregado no Q3, reconhece que terá uma corrida "bastante complicada"

Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32
The McLaren team work on the car of Fernando Alonso, McLaren MCL32
The McLaren team work on the car of Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren fans
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32, Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR12, leave the pits

Fernando Alonso vai sair deste domingo do fundo do grid com Carlos Sainz, mas não será porque o espanhol não tentou aproveitar ao máximo sua McLaren-Honda na qualificação do sábado em Suzuka.

O espanhol conseguiu passar para o Q3, mas uma vez na rodada final, poupou pneus e foi para a pista em uma única tentativa com pneus usados, sabendo que tem 35 posições de penalização para o grid de domingo.

"Sabíamos que íamos sair dos últimos amanhã, infelizmente, mas queríamos fazer uma boa classificação aqui em casa diante de todos os torcedores da Honda. Tentamos fazer todo o possível, mas eu só poderia ser 10º. Fico feliz, por um lado, mas a corrida de amanhã será complicada", disse Alonso aos microfones da Movistar + F1 após a sessão.

"Tanto Carlos quanto eu teremos que aguentar isso porque ficar atrás de todos os carros será bastante complicado".

Corrida às cegas

Depois que o dilúvio caiu em Suzuka na sexta-feira durante TL2, as equipes perderam quase todas as opções para fazer longas corridas, então Alonso diz que irão "às cegas" para a corrida de domingo.

"A verdade é que vamos um pouco às cegas na corrida. Quase todas as equipes estão iguais, sem ter o TL2, acho que não há muita informação em termos de longas corridas, mas são pneus que conhecemos muito bem. Levamos o macio e o supermacio em quatro corridas consecutivas, eu acho", disse ele.

"Para nós, o mais complicado será ir depois de 18 ou 19 carros com todo o ar turbulento. Vamos tentar mudar a estratégia e fazer algo diferente para tirar proveito de ter uma volta limpa e ganhar posições, mas tudo isso é uma coisa a dizer e outra será fazer e amanhã será uma corrida muito complicada".

Perguntado se a troca de motor após um vazamento hidráulico durante a madrugada de sábado estava programada, Alonso deixou claro que não.

"Eles me informaram esta manhã, como todo mundo. Eles trabalharam durante toda a noite de sexta-feira. Não estava planejado, era praticamente novo. Eu tinha feito a corrida da Malásia, porque em Cingapura eu bati na primeira curva".

Próxima Fórmula 1 matéria
Raikkonen diz que pagou "preço alto" por erro em treino

Previous article

Raikkonen diz que pagou "preço alto" por erro em treino

Next article

Ricciardo esperava Red Bull mais perto da Mercedes

Ricciardo esperava Red Bull mais perto da Mercedes
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Japão
Localização Suzuka
Pilotos Fernando Alonso Shop Now
Equipes McLaren Shop Now
Autor Redacción
Tipo de matéria Últimas notícias