Ultrapassar em Mônaco é difícil, mas não impossível

compartilhar
comentários
Ultrapassar em Mônaco é difícil, mas não impossível
23 de mai de 2013 21:16

Massa acredita que manobra só sai se houver diferença grande entre rendimento dos carros; Sutil é mais otimista

Tradicional, glamuroso e... travado. Se há algo que nenhum regulamento consegue mudar em Mônaco é a dificuldade em ultrapassar. Nos últimos dois anos, em que a Fórmula 1 apostou no combo asa traseira móvel, pneus com alta degradação e Kers para movimentar mais as provas, o circuito

Em 2011, quando a média de ultrapassagens por GP foi de 60,6, Mônaco teve 28. No ano seguinte, enquanto a média geral foi de 57,1, o circuito de Monte Carlo viu apenas 12. Em 2013, não deve ser diferente.

Ainda assim, Adrian Sutil acredita que é possível ultrapassar em Mônaco. “Impossível não está em meu vocabulário”, afirmou o alemão ao TotalRace. “Aqui, é muito mais difícil, mas vimos ultrapassagens nos últimos anos. Você precisa estar muito bem e talvez o único lugar seja no final do túnel ou na reta principal. Se um carro tiver um grande problema com os pneus, dá para encontrar um espaço para passar.

Menos otimista, Felipe Massa acredita que é preciso uma diferença de rendimento bem maior entre os carros do que em outras pistas para tornar a manobra possível. Mesmo não esperando algo como David Coulthard viveu com Enrique Bernoldi no GP de 2002, quando o escocês, então na McLaren, ficou travado por 35 voltas pelo brasileiro da Arrows, o piloto da Ferrari não acha que terá vida fácil no domingo.

“Acho que, se você for três segundos mais rápido, é possível ultrapassar, porque a diferença de tração é muito grande. E, algo que ajuda um pouco, é o fato de haver um trecho em que pode usar o DRS, o que não ocorria antigamente. Com uma diferença de 3s não é fácil, mas é possível ultrapassar.”

Massa lembra que, mesmo sendo muito mais rápido que o rival, é possível que a ultrapassagem custe a sair. “O que acontece é que, mesmo com uma diferença grande, você não passa na primeira volta e tem de entender qual o momento certo para ir para cima. Isso faz com que você perca tempo. Se estiver um segundo mais rápido, é muito difícil passar.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Uma celebridade? Um empresário ricaço? Não, é um bulldog

Previous article

Uma celebridade? Um empresário ricaço? Não, é um bulldog

Next article

Massa: "Não estou liderando o campeonato, mas está muito melhor"

Massa: "Não estou liderando o campeonato, mas está muito melhor"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Felipe Massa Shop Now , Adrian Sutil
Tipo de matéria Últimas notícias