Verstappen amadureceu com 2017 difícil, diz chefe

Christian Horner vê crescimento de holandês após temporada com diversas quebras e acidentes

Chefe da equipe Red Bull, Christian Horner elegeu como acontecimento mais impressionante do ano o modo como Max Verstappen administrou a fase difícil que enfrentou nesta temporada.

Para ele, o modo como Max deixou que as emoções não influíssem em sua pilotagem foi chave para dar um passo à frente em suas qualidades como piloto.

"Eu acho que Max teve o benefício da experiência e acabou crescendo no geral", disse Horner. "É fácil esquecer que é apenas seu quarto ano correndo de carro.”

"E o que realmente me impressionou neste ano foi a maneira como ele lidou com alguns dos momentos difíceis. Tivemos alguns deles, particularmente no meio do ano.”

"Mas ele continuou trabalhando duro, continuou guiando no simulador todas as semanas e sua aplicação foi sem igual. E, obviamente, sua habilidade é inquestionável."

Horner diz que Verstappen encontrou um bom equilíbrio neste ano entre gestão e agressividade.

"Eu acho que ele tem uma sensibilidade excelente para o carro para chegar ao limite", acrescentou Horner.

"Ele é um tomador de riscos. Mas não riscos irresponsáveis, somente riscos calculados. E ele tem um espírito de luta dentro dele que é muito bom de assistir."

E quando perguntado se Verstappen tinha aprendido a se acalmar também – principalmente depois dos confrontos com Daniel Ricciardo na Hungria e Felipe Massa na Itália - Horner disse que não tem o que dizer sobre o estilo de condução do holandês.

"As manobras na Hungria e em Monza foram os dois únicos erros cometidos este ano", disse ele. "Há uma linha tênue entre herói e vilão.”

"No geral, ele correu bem e acho que ambos pilotos fizeram um trabalho de primeira classe neste ano."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Max Verstappen
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias