Verstappen: Cingapura foi última chance de vencer em 2017

Holandês lamenta abandono precoce em Marina Bay, mas não vê motivo para ter raiva de ano difícil

Para Max Verstappen, o abandono na largada do GP de Cingapura no último domingo foi custoso. Com a Red Bull esperando uma segunda vitória neste ano depois que Daniel Ricciardo venceu em Baku, o holandês não crê que, em termos de ritmo puro, ocorra uma oportunidade tão boa quanto Cingapura durante o restante do campeonato.

Perguntado sobre as corridas restantes, Verstappen disse: "Não seremos tão fortes quanto em Cingapura".

Perguntado novamente se Abu Dhabi pode ser sua melhor oportunidade, Verstappen disse: "Não, há muitas retas lá. Cingapura foi, claro, a nossa melhor chance de obter um bom resultado – e isso não aconteceu.”

"Mas o ano inteiro as coisas não foram para o meu lado. Então, talvez seja necessário que isso aconteça mais algumas vezes, e, talvez, eu tenha alguns anos com tudo indo muito bem para mim."

Último abandono

O abandono de Verstappen em Cingapura não foi seu primeiro na primeira volta de GPs neste ano. Ele também esteve envolvido em colisões precoces na Espanha e na Áustria.

Mas depois de uma série de decepções, Verstappen disse que não há razão para ter raiva do que aconteceu, e é por isso que ele pretende ficar calmo por enquanto.

"Foi assim que fui educado", disse ele. "Eu não tinha permissão para fazer isso e nunca fiz isso: especialmente em uma situação em que você não pode fazer nada para mudar. Ficar assim é completamente desnecessário.”

"Olha, se você está lutando pelo campeonato e na última corrida você joga fora o título, então é uma situação completamente diferente. Talvez então você jogue algo, para liberar a sua raiva.”

"Mas eu não estou nessa situação, eu não fiz nada de errado e foi um ano em que tudo deu errado aos domingos."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Max Verstappen
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias