Verstappen descarta ameaça de McLaren e Renault à Red Bull

Max Verstappen afirmou que não considera McLaren e Renault como as principais rivais da Red Bull na F1 neste ano, em meio ao otimismo quanto ao ritmo de seu RB14.

A Red Bull tem se mostrado competitiva nos testes até agora, com Daniel Ricciardo liderando a tabela de tempos na quarta-feira – e o diretor técnico da Mercedes, James Allison, destacando que a equipe está forte.

Mas, enquanto a equipe de Milton Keynes não se coloca firmemente como postulante a vitórias, Verstappen deixou claro que não está mais preocupado com a possível concorrência das outras equipes que usam motor Renault.

“Você presta atenção em todos, mas não acho que eles serão nossos principais rivais”, disse o holandês ao Motorsort.com, quando questionado sobre a potencial concorrência de Renault e McLaren.

“E nós não queremos que isso aconteça, porque isso significaria que não estamos fazendo um trabalho bom. Precisamos ficar de olho na frente.”

Verstappen afirmou que não teve dramas nos testes e que tudo está progredindo como o esperado.

“Sim, muito bem. Estou muito relaxado. Faço meu trabalho e conseguimos completar nossas voltas.”

“Com certeza essa semana é melhor do que a semana passada em termos de temperatura e daquilo que podemos aprender com o carro.”

“Eu apenas faço o meu trabalho e espero a chegada da Austrália. Estou realmente ansioso para isso agora.”

Quando questionado sobre a possibilidade de lutar pelo título, Verstappen disse: “Eu não tenho ideia sobre isso ainda.”

“Precisamos esperar pelo começo da temporada e ver como as coisas estarão acontecendo nas primeiras corridas. E, depois disso, você pode dizer rapidamente se pode lutar pelo título ou não, claro.”

O fator pneu da Mercedes

O otimismo de Verstappen quanto ao carro também é visto no consultor da Red Bull, Helmut Marko, que acredita que o chassi da equipe é forte o suficiente para lutar com a Mercedes.

E, apesar de admitir que os modos de motor podem dar aos rivais uma vantagem em classificação, ele acredita que os rumores de que a Mercedes sofre com problemas para administrar os pneus traseiros são motivo para acreditar que as coisas podem favorecer a Red Bull nas corridas.

Quando questionado pela emissora Sky Sports se sentia que a Red Bull poderia lutar com a atual campeã, ele disse: “Eu diria que, do ponto de vista do chassi, sim. Mas a Mercedes em classificação sempre consegue tirar 0s2, 0s3 extra do motor.”

“Se você comparar nosso carro ao do ano passado, ele é muito mais sofisticado. Até agora, tudo está trabalhando como esperávamos. Espero que podemos igualá-los.”

Questionado se a Red Bull seria a equipe a ser batida em circuitos mais lentos, ele acrescentou: “Ganhamos uma corrida no ano passado por mérito próprio. Não havia problemas com a Mercedes quando batemos [Lewis] Hamilton.”

“O que vimos é que seus pneus traseiros estão superaquecendo. Dependendo do pacote geral, ainda temos algo por vir, então estamos otimistas.”

Marko também disse sentir que a Red Bull tem vantagem sobre a Ferrari.

“Vettel fez 1min17s6, mas a temperatura está mais fria. Não sabemos as cargas de combustível que eles têm, mas, no pacote geral, e neste circuito, parece que estamos um pouco à frente.”

Reportagem adicional de Erwin Jaeggi

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Max Verstappen
Equipes Red Bull Racing , McLaren , Renault F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias