Verstappen diz que Red Bull virá mais forte do que em 2017

Piloto holandês também falou sobre o halo, aprovando a visibilidade do carro com o dispositivo, mas questionando sua aparência

A terça-feira reservou 114 voltas e a terceira melhor marca para Red Bull e Max Verstappen (0s253 de de Sebastian Vettel) e o piloto ficou satisfeito com o início da segunda semana de testes de pré-temporada da Fórmula 1 em Barcelona. 

“Sim, foi tudo bem. Acho que o mais importante foi dar muitas voltas e ver como o carro estava se comportando. Conseguimos fazer isso.”

“Tive um pequeno problema de bateria. Então, tivemos que mudá-la, mas depois, tudo estava bem.”

"Foi um risco calculado, aprendemos algo com isso", explicou o engenheiro de corridas da Red Bull, Guillaume Rocquelin.

Na parte da manhã, a Red Bull equipou o carro com grades e depois Verstappen fez longruns, fazendo médias de 1min21s, indicando um bom ritmo de corrida do RB14.

O holandês falou ainda sobre o ritmo do novo carro: "É bom, mas devido ao asfalto e pneus é um pouco difícil de julgar", disse Verstappen.

Ao ser perguntado se a Red Bull viria mais forte do que no ano passado, o holandês não titubeou: “Absolutamente, sim”. E quando os jornalistas questionaram se ele viria mais forte, a resposta veio ainda mais rápida: “Eu também estou mais forte, sim.”

Halo

O halo promete ser um tema ainda muito explorado com os pilotos da F1. Com Verstappen não foi diferente nesta tarde. Ele foi mais um a aprovar o dispositivo, questionando apenas a sua aparência.

“A visibilidade, na verdade, não é muito ruim. Você tem ele à sua frente, mas em um certo momento você basicamente olha através dele. Não é tão ruim quanto eu esperava, mas ainda é muito feio.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Max Verstappen
Tipo de artigo Últimas notícias