Verstappen diz que relacionamento com Ricciardo não mudou

Holandês insiste que sua relação com companheiro não foi prejudicada pela batida no GP do Azerbaijão

Max Verstappen e Daniel Ricciardo tiveram que abandonar o GP do Azerbaijão depois que o australiano atingiu a traseira do holandês na curva 1, quando ambos lutavam por uma posição no final da corrida.

Os chefes da Red Bull disseram que os dois pilotos foram igualmente culpados pelo que aconteceu e deixaram claro que a dupla pediria desculpas ao pessoal da fábrica em Milton Keynes, antes da próxima corrida na Espanha.

Falando ao canal da Red Bull, Verstappen disse que ele e Ricciardo conversaram sobre o que aconteceu e que não havia indícios de desentendimento.

"Obviamente nós conversamos sobre isso", disse Verstappen. “Daniel e eu estamos completamente bem um com o outro. Nós dois pudemos ver que o que aconteceu não foi bom para a equipe. Nós já tivemos algumas batalhas duras, mas tudo estava bem.”

“Agora, obviamente, precisamos ir a Milton Keynes e pedir desculpas.”

"Mas precisamos nos manter positivos, porque acho que temos uma boa chance em Barcelona. Temos muitas atualizações do carro, tudo parece muito bom."

Pressionado sobre se as comparações poderiam ser feitas entre seu relacionamento com Ricciardo e a difícil situação que a Mercedes experimentou com Lewis Hamilton e Nico Rosberg, Verstappen disse: “Não, não. Nós conversamos muito um com o outro depois do acidente. Nós dois estávamos muito desapontados. Não acredito que isso vá mudar nosso relacionamento.”

Ordens de equipe

Verstappen disse que Ricciardo e ele entenderam que o que fizeram no Azerbaijão era inaceitável, mas que era importante que o foco se voltasse para o futuro, em vez de se concentrar nos eventos do último final de semana.

“É muito ruim para o time inteiro a quantidade de pontos perdemos. Não há lugar para um acidente com o seu companheiro de equipe ”, disse ele.

“Algo assim não deveria acontecer novamente. Batidas podem acontecer, mas obviamente não com seu companheiro de equipe."

Embora os chefes da Red Bull tenham dito que não querem impor ordens de equipe entre os dois, Verstappen admite que teme que ações sejam tomadas.

Perguntado se ele se preocupava com a possibilidade de um cenário como o da Force India no ano passado, Verstappen disse: “Sim, mas não acho que tenha chegado tão longe. Isso é bom, mas precisamos pensar na equipe como um todo, e no domingo nós não fizemos isso.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Pista Baku City Circuit
Pilotos Daniel Ricciardo , Max Verstappen
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias