Verstappen e Ricciardo levam reprimendas por acidente

Comissários concluem, após ouvir os pilotos, que ambos tiveram sua parcela de culpa pelo choque que tirou a Red Bull do GP do Azerbaijão

Max Verstappen e Daniel Ricciardo receberam reprimendas da FIA pelo acidente que protagonizaram no GP do Azerbaijão, que resultou no abandono de ambos.

Os pilotos foram convocados pelos comissários imediatamente após a prova em Baku para analisar se algum deles tinha maior culpa pelo choque.

Mas, após as opiniões dos pilotos e de representantes da equipe, a FIA considerou que o holandês e o australiano foram igualmente responsáveis pelo que aconteceu.

Em comunicado enviado pelos comissários, observou-se que Verstappen fez dois movimentos para defender sua posição, acrescentando que Ricciardo também teve sua responsabilidade por frear tarde demais.

“Ambos os pilotos contribuíram para a colisão”, disse o comunicado. “O piloto do carro #33 [Verstappen] fez dois movimentos, que foram relativamente pequenos.”

“O piloto do carro #3 [Ricciardo] admitiu que fez sua manobra de ultrapassagem pela esquerda tarde demais.”

“Ficou claro para os comissários que, apesar de o incidente ter tido origem pelos movimentos do carro #33, o piloto do carro #3 também contribuiu para o incidente.”

“Ambos os pilotos se mostraram arrependidos por suas respectivas contribuições ao acidente durante a conversa com os comissários.” 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Pista Baku City Circuit
Pilotos Daniel Ricciardo , Max Verstappen
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias