Verstappen se diz tranquilo com confiabilidade da Honda

compartilhar
comentários
Verstappen se diz tranquilo com confiabilidade da Honda
Por: Scott Mitchell
10 de ago de 2018 10:34

Piloto da Red Bull, Max Verstappen acredita que seria errado interpretar as punições sofridas pelos carros de motor Honda como evidência de falta de confiabilidade da fabricante.

A dupla da Toro Rosso, Pierre Gasly e Brendon Hartley, usaram mais elementos de motores do que qualquer outro piloto nesta temporada.

Hartley, por exemplo, já utilizou seis motores de combustão interna, o que é o dobro do limite permitido antes da aplicação de punições. Ele também já extrapolou o número de turbocompressores, MGU-H, MGU-K, baterias e centralinas eletrônicas permitido.

Gasly usou quase a mesma quantidade de seu companheiro de equipe, mas com um pouco menos de motor a combustão e MGU-K.

A Honda mostrou a tendência de fazer mudanças de forma tática ou para tirar proveito de circunstâncias excepcionais. Por exemplo, Hartley trocou toda sua unidade de potência após sofrer acidentes na Espanha e Inglaterra.

A Red Bull passará a usar motores Honda na próxima temporada, mas Verstappen disse que esse retrospecto não o preocupa.

“Eu não acho que eles tiveram muitos problemas. Na maioria das vezes, talvez eles tiveram uma classificação ruim, então não faria muita diferença colocar novos componentes [e sofrer uma punição]. Então, acho que é isso que eles estão fazendo”, disse.

“Não estou muito preocupado. E eles ainda têm mais algumas corridas pro vir para entender o conjunto, e, para o ano que vem, será um novo motor. É diferente.”

“Eles aprendem com seus erros, o que é bom. Está acontecendo com outras fabricantes, não só com a Honda. Então, não estou muito preocupado.”

Verstappen disse que a Red Bull irá se beneficiar da vontade da Honda em sofrer punições com a Toro Rosso por motivos táticos, já que eles “podem testar coisas e, às vezes, receber uma punição extra caso já estiverem lá no fundo do grid de qualquer forma”.

Diretor técnico da Honda, Toyoharu Tanabe disse ao Motorsport.com que a fabricante ainda está estabelecendo o limite entre performance e confiabilidade.

Ele também disse que a avaliação dos problemas que surgiram após a atualização do motor, no Canadá, revelaram que não havia um problema fundamental com o motor em si. Contudo, ele se mostrou contido para falar sobre a possibilidade de um motor atualizado em Spa ou Monza.

“Eu não vou dizer exatamente o momento do nosso próximo passo à frente, mas continuamos a desenvolver nossa performance e confiabilidade”, disse. “Temos itens, prioridades e um tempo para completar o cronograma de desenvolvimento.”

“Continuaremos desenvolvendo. Se eles estiverem OK para trazer, sempre traremos.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Alonso ironiza declarações de Horner: “Hit do verão”

Previous article

Alonso ironiza declarações de Horner: “Hit do verão”

Next article

Diretor pretende manter atual duração das corridas de F1

Diretor pretende manter atual duração das corridas de F1
Load comments