Verstappen nega que críticas de outros pilotos tenham o intimidado

Após acidente com Grosjean em Mônaco, holandês diz ter aprendido lição: “não vai acontecer de novo”

O holandês de 17 anos Max Verstappen foi duramente criticado por pilotos mais experientes do grid da Fórmula 1 depois de bater no francês Romain Grosjean nas últimas voltas do GP de Mônaco, última corrida realizada nesta temporada. Por conta do acidente, Verstappen perderá cinco posições no grid da próxima prova.

O piloto falou que não irá mais cometer o mesmo erro. "O que eu aprendi é que não deve acontecer novamente”, disse.

"Essas coisas acontecem, fazem parte das corridas, mas agora é hora de seguir em frente e concentrar para a corrida no Canadá. Eu vi algumas vezes agora o acidente. Foi uma batida feia, certamente minha maior até agora. Eu estou feliz que não me machuquei."

Do outro lado, Grosjean negou que tivesse freado antes e provocado o acidente."Claro que não, o que poderia acontecer?”

"Eu não freei cedo ou levantei o pé do acelerador antes na volta em que Verstappen bateu em mim. Na verdade, os dados mostraram que freei cinco metros mais tarde que na volta anterior. A FIA é bastante detalhista em suas investigações. Não sei o que me incomodou mais: ser atingido e perder os pontos ou ter que passar por uma investigação de algo que claramente não era minha culpa.”

"Em última análise, Max estava guiando de forma agressiva demais no circuito errado para tentar aquilo como ele fez. Ambos sentiram as consequências. Ele vai aprender. Ele é um piloto muito talentoso."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean , Max Verstappen
Equipes Toro Rosso
Tipo de artigo Últimas notícias