Verstappen: novas asas de 2019 trarão benefícios limitados

compartilhar
comentários
Verstappen: novas asas de 2019 trarão benefícios limitados
17 de out de 2018 12:27

Max Verstappen espera que as mudanças no regulamento da F1 para o próximo ano deverão ter pouco efeito, sendo que sua principal consequência é “deixar os carros mais feios”.

A F1 projetou para a temporada de 2019 uma mudança na dimensão das asas dianteiras, que serão mais largas em relação às atuais. A intenção é fazer com que a turbulência seja menor, o que possibilita que um carro possa seguir o outro mais de perto sem perder grande rendimento.

Algumas equipes já levaram à pista o primeiro conceito com as novas dimensões, incluindo a Williams, que experimentou a novidade nos testes de Hungaroring, em agosto (foto abaixo).

Em seu site oficial, Verstappen disse que não espera grandes efeitos além da mudança no aspecto visual. “Isso pode ajudar um pouco, mas, pelo que eu já li, teremos no ano que vem a mesma pressão aerodinâmica que neste ano, então acho que os benefícios serão limitados”, explicou.

“Ela [a asa] só parece um pouco mais feia, mas talvez o design será refinado antes da próxima temporada.”

Sobre os esboços do conceito para o regulamento de 2021, Verstappen mostrou uma mentalidade mais aberta. “Se ele ainda estiver bom de guiar e melhorar as ultrapassagens, posso concordar com isso, mesmo que o carro pareçam muito futurista”, comentou. “[Mas] Dependerá do quanto de pressão aerodinâmica perderemos com as novas regras.”

 

Photo by: Mark Sutton / Sutton Images

Next article
Leclerc descarta sentir pressão por mudança à Ferrari

Previous article

Leclerc descarta sentir pressão por mudança à Ferrari

Next article

F1 abre mão de taxas dos próximos 3 GPs no Brasil, diz site

F1 abre mão de taxas dos próximos 3 GPs no Brasil, diz site
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Max Verstappen Shop Now
Tipo de matéria Últimas notícias