Verstappen: Passar Hamilton era impossível mesmo sem tráfego

Holandês acredita que não teria derrotado Hamilton no GP do Japão, mesmo sem perder tempo no trânsito no final da prova

Max Verstappen esteve muito perto de Lewis Hamilton na penúltima volta em Suzuka, quando o inglês ficou atrás de Fernando Alonso, retardatário.

No entanto, isso provou ser uma falsa esperança de vitória de Verstappen, enquanto ele mesmo também perdeu tempo atrás do espanhol, permitindo que Hamilton aumentasse vantagem mais uma vez.

O holandês ainda perdeu mais tempo com Felipe Massa, que Hamilton havia conseguido se livrar com mais facilidade.

"Eu podia ver Lewis administrando seus pneus e, com o trânsito, parecia difícil para ele seguir outros carros em comparação comigo", lembrou Verstappen.

"Quando você chega perto, você perde muito downforce. Eu não pude realmente atacá-lo, mas tentei."

Perguntado se ao perder tempo atrás de Alonso lhe custou a vitória, ele disse: "Não ajudou, mas foi mais na última volta com Massa."

"Mas eu não acho que poderia passar de Lewis. Não foi o ideal, mas não teria feito diferença."

Verstappen, que superou seu companheiro de equipe, Daniel Ricciardo no início e rapidamente ultrapassou Sebastian Vettel, não conseguiu igualar o ritmo de Hamilton na primeira parte com supermacios.

Mas, devido a um "melhor equilíbrio" nos macios e apesar de um pneu com bolhas, ele pôde ficar em contato com Hamilton no segundo stint, o que permitiu a briga no fim.

"Uma vez que passei Seb, eu pude fazer o meu próprio ritmo. No primeiro stint, Lewis estava um pouco mais rápido e, em seguida, com pneus macios, possuímos um melhor equilíbrio."

Alonso "tentou não incomodar ninguém"

Enquanto isso, Fernando Alonso, que foi convocado para conversar com os comissários após a corrida por "ignorar bandeiras azuis", disse que fez o melhor para não interferir na batalha da vitória.

No entanto, ele também observou que aceitaria qualquer decisão que os comissários tomassem.

"Eles podem fazer o que quiserem. Eu não consegui pontos de qualquer maneira", disse Alonso. "Eu tentei não incomodar ninguém. Eles [Hamilton e Verstappen] eram primeiro e segundo colocados com duas voltas para o fim e eles terminaram primeiro e segundo, então eu não acho que fui determinante para a corrida."

Relatos adicionais por Jonathan Noble

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pista Suzuka
Pilotos Fernando Alonso , Lewis Hamilton , Felipe Massa , Max Verstappen
Equipes Red Bull Racing , Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias