Verstappen pede desculpas por críticas à FIA após punição

Holandês foi ao Instagram para se retratar dos comentários feitos aos comissários pela perda do pódio em Austin

Max Verstappen foi às suas redes sociais para se desculpar por seus comentários direcionados a um comissário da FIA após a polêmica punição dada no GP dos Estados Unidos.

Um irritado Verstappen criticou a direção de prova pela perda de seu terceiro lugar, afirmando que decisões como essas estavam “matando o esporte”.

Ele também criticou um comissário em particular, que entende-se ser Garry Connelly, a quem chamou de “idiota” e “mongol” após a corrida.

Apesar de Verstappen ter recuado em seus comentários, o diretor de provas da F1, Charlie Whiting, pediu para que o holandês se desculpasse de forma apropriada.

Verstappen respondeu com um tipo de pedido de desculpas pelo Instagram, afirmando que já havia se desculpado na coletiva oficial da F1 e reiterando que ele havia se arrependido dos comentários.

“Gostaria de reforçar aquilo que eu disse na coletiva de imprensa. Mais uma vez gostaria de me desculpar pela linguagem que usei após o GP dos Estados Unidos”, postou Verstappen.

“Meus comentários foram feitos no calor do momento. Sei que as palavras que usei foram inapropriadas e que elas não foram direcionadas a uma única pessoa em específico. Eu certamente não quis ofender ninguém e espero que possamos seguir em frente e aproveitar este fim de semana de corridas.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Max Verstappen
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias