Verstappen: Quali não pode se tornar apenas mais um treino

compartilhar
comentários
Verstappen: Quali não pode se tornar apenas mais um treino
Por: Rahied Ishaak , Writer
Traduzido por: Daniel Betting
15 de out de 2018 21:04

Max Verstappen acredita que Fórmula 1 corre o risco de transformar a classificação em "apenas mais uma sessão de treinos" se adicionar uma fase extra ao formato eliminatório

Max Verstappen, Red Bull Racing RB14
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09 EQ Power+, leads Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09 EQ Power+, Max Verstappen, Red Bull Racing RB14, Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18, Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, and the rest of the field at the start of the race
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14, leads Sebastian Vettel, Ferrari SF71H
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18

A Fórmula 1 considerou um formato revisado para o classificatório que envolveria quatro carros sendo eliminados no Q1, Q2 e Q3, deixando apenas oito para uma disputa final em um novo Q4.

No momento, um piloto que chegar ao top-10 do shootout provavelmente irá correr duas vezes em todas as três etapas da classificação, lhe dando cinco entradas na pista antes da volta que finalmente determinará sua posição no grid.

"Eu manteria como está, senão você está correndo muito", disse Verstappen sobre a mudança debatida.

"Isso é mais e mais treino, e a classificação deve ser uma sessão mais curta, em que você não tem muitas oportunidades para fazer uma volta. Caso contrário, para que classificação?"

Leia também:

"É apenas mais uma sessão de treinos, onde todos podem entrar em um ritmo. O que eu sempre entendi na classificação é que você tem que sair, dar alguns tiros e é isso."

"Se você começar a fazer mais e mais e mais, todo mundo em um ponto começa a fazer uma boa volta."

O piloto da Renault, Carlos Sainz, apoiou a visão de seu ex-companheiro de Toro Rosso de que os pilotos não devem ter tantas chances na classificação.

Perguntado pelo Motorsport.com sobre a possibilidade de a F1 ter uma sessão extra, Sainz disse: "Eu gostaria de ver isso, mas apenas com um conjunto de pneus por sessão.

"Não dê aos motoristas uma segunda chance, [faça-os] ter que fazer isso uma vez por sessão. Acho que a pressão seria maior.”

"Sua especialidade como piloto é colocar uma volta imediatamente no Q1, logo no Q2 e não com o saco de areia como muitos pilotos estão fazendo no Q1 e depois dar tudo no Q2, ou dar tudo no Q3.

"Se você tiver apenas uma chance, você coloca muito feijão, muita concentração nessa volta, porque você não pode errar."

Um problema que surgiu com o formato atual é que corridas onde a degradação do pneu é maior prejudicaram, em vez de recompensar, os melhores competidores atrás da Mercedes, Ferrari e Red Bull.

Tornar-se no top 10 significa que eles precisam começar com o pneu que usaram no Q2, que normalmente é o composto mais macio, e isso apresenta uma desvantagem estratégica na corrida porque seus rivais imediatamente atrás do grid têm escolha livre de pneu.

Detalhes como o impacto na alocação de pneus na sessão de 60 minutos não foram estabelecidos quando a mudança foi discutida na reunião do Grupo de Estratégia da F1 no mês passado, mas Sainz disse que a F1 poderia usar uma mudança de formato para resolver o problema.

"Se eles pensam em adotar um novo formato, eles precisam pensar sobre os pneus", disse ele.

"Tudo vai junto. Você não pode fazer uma nova classificação sem realmente pensar sobre o que você faz com os pneus."

Next article
Visito Schumacher “pelo menos duas vezes por mês", diz Todt

Previous article

Visito Schumacher “pelo menos duas vezes por mês", diz Todt

Next article

Gelael vai guiar carro da Toro Rosso no TL1 em Austin

Gelael vai guiar carro da Toro Rosso no TL1 em Austin
Load comments