Verstappen: Red Bull deve melhorar para garantir permanência

Piloto holandês afirma que o desenvolvimento da equipe ao longo dos próximos 18 meses será fundamental para assegurar sua continuidade no futuro

Max Verstappen afirmou que a Red Bull precisará melhorar seu jogo na F1 nos próximos 18 meses para que ele não caia na tentação de se juntar a equipes rivais quando seu atual contrato terminar.

O holandês enfrentou uma campanha frustrante no início da temporada com a Red Bull, com oportunidades por bons resultados sendo desperdiçadas por acidentes ou problemas de confiabilidade no carro.

Mas, apesar disso, o chefe da equipe, Christian Horner, afirmou recentemente que o jovem não aceitaria ofertas de equipes com equipamento mais competitivo, como Ferrari ou Mercedes.

A Red Bull tem Verstappen sob contrato até o fim de 2019, apesar de não estar claro que haja cláusulas de performance que o permitiriam deixar a equipe antes disso.

Em entrevista durante a etapa de Zandvoort do DTM, Verstappen disse que seu comprometimento com a Red Bull em longo prazo depende inteiramente do quão competitivo seu carro é, já que deixou claro que o atual rendimento não representa aquilo que ele espera da equipe.

“Eu sempre disse que não há motivos para sair quando tenho um carro competitivo. No momento, não estamos onde quero estar, mas isso não significa que temos de desistir logo de cara. É preciso trabalhar duro”, comentou.

“Mas, depois de dois, três anos sem melhorar, aí a história seria diferente. Estamos trabalhando duro para melhorar, mas, depois do ano que vem, vamos ver o que acontece no futuro.”

Déficit de três décimos

Verstappen está ciente de que a forma da Red Bull não está sendo ajudada pelo pequeno déficit de potência da Renault para Ferrari e Mercedes, e é por isso que ele acredita ser difícil de prever o rendimento de sua equipe em pistas de alta velocidade como Spa e Monza.

“Cada corrida é um pouco diferente, e isso me surpreende, para ser honesto. Em pistas que não possuem muitas retas, estamos razoavelmente próximos, a cerca de 0s3, mais ou menos.”

“Quando há algumas retas, ficamos um pouco mais distantes, então não sei o que esperar das próximas corridas. Será difícil competir contra a concorrência. Entre Ferrari e Mercedes, muda todo fim de semana. Espero que a Mercedes seja forte em Spa, porque, no geral, sua unidade de potência é a melhor do pelotão. Mas está tudo muito parelho.”

Nada por vir da Renault

Verstappen afirmou que o segredo para a evolução da Red Bull no restante da temporada estará em melhorias do chassi, já que a Renault não pretende introduzir nenhuma grande novidade.

“Com certeza nós continuamos nos desenvolvendo, mas todas as equipes também fazem isso. Então, temos de ter certeza de que iremos fazer isso um pouco mais rápido, e, claro, melhor.”

“Da parte do motor não há muito por vir em comparação às outras equipes, então precisamos garantir que nosso carro estará indo à direção correta.”

Reportagem adicional de Marcus Simmons

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Max Verstappen
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias