Verstappen: Red Bull dominaria a F1 com o motor Mercedes

Max Verstappen acredita que a Red Bull estaria dominando a F1 se tivesse motores Mercedes.

Apesar de a Renault ter sido a parceira na sequência de quatro títulos de Sebastian Vettel com a Red Bull, entre 2010 e 2013, a fabricante francesa tem estado em desvantagem em comparação à Mercedes desde o início do atual regulamento híbrido, em 2014.

Verstappen está certo de que a performance do chassi da Red Bull está “realmente boa novamente”, e que, agora, apenas o motor precisa melhorar.

“Acho que, se tivéssemos motor Mercedes, eles nunca mais nos veriam”, disse.

Por mais que a Renault tenha melhorado nos últimos anos, Verstappen acredita que, em 2017, ele contou com “menos potência do que as outras fabricantes, tirando a Honda”.

O holandês continuou e disse que o MGU-H tem sido a maior fraqueza.

“O nosso [motor] não é tão estável como o que Mercedes e Ferrari têm”, disse Verstappen.

“Mas isso tem a ver com várias coisas. Caso contrário, eles teriam resolvido isso há muito tempo, claro.”

A Red Bull esperava retornar à luta pelo título em 2017, quando as mudanças nas regras puseram maior ênfase à aerodinâmica.

Contudo, ela acabou sendo superada pela Ferrari e passou a maior parte da temporada como a terceira melhor equipe.

A Red Bull ainda venceu três provas, com Daniel Ricciardo no Azerbaijão e mais duas com Verstappen, na Malásia e no México.

“Eles pensaram em ir com uma configuração com baixo arrasto, mas por algum motivo não deu certo”, disse Verstappen, explicando o início difícil de temporada da equipe.

“Talvez foi otimismo demais. Mas foi possível ver que a equipe consegue se recuperar muito rapidamente. Claro, naquele ponto nossa temporada já estava perdida, mas isso nos dá confiança de que, no futuro, as coisas podem ir no caminho certo.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Max Verstappen
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias