Verstappen: se tivesse mais uma volta passaria Hamilton

Holandês confessa erro cometido em programação na largada, mas comemora pontos somados com oitavo lugar

Max Verstappen assumiu que cometeu um grande erro antes da largada do GP da China do último final de semana. O piloto acabou errando no mapeamento de motor, e não teve potência suficiente para fazer uma boa largada.

Ele ainda foi atrapalhado pela entrada do Safety Car no início, após a Toro Rosso optar por uma parada dupla. Mesmo assim, Verstappen ainda foi o oitavo, chegando próximo de Lewis Hamilton, o sétimo.

"Sim, eu só precisava de mais uma volta e então eu teria uma chance", explicou Verstappen.

"No largada, tive uma boa primeira reação, mas estava no modo de potência errado, basicamente como uma volta de saída dos boxes. Então, não havia muita potência.”

"Felizmente eu mudei, mas já havia perdido três ou quatro posições. A partir daí, foi complicado.”

"Com o Safety Car, acho que perdi ainda mais terreno. Porque nós decidimos fazer um pit stop duplo, o que significou minha ida para o fundo do pelotão.”

"Eu superei os rivais um a um depois e no final cheguei em oitavo. No início da corrida, eu não acreditaria nisso."

Promessa

Apesar de ter visto a chance de um resultado melhor perdida entre suas mãos, Verstappen disse que houveram alguns sinais encorajadores sobre o desempenho de seu carro na corrida.

"Eu acho que, no final, fizemos um grande trabalho, porque os pilotos na nossa frente tiveram problemas e eu ainda consegui dar o máximo por algumas voltas", disse ele.

"Eu acho que em termos de estratégia, fizemos um bom trabalho."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pista Shanghai International Circuit
Pilotos Max Verstappen
Tipo de artigo Últimas notícias