Verstappen: Ultrapassagem em Kimi nos EUA não foi correta

Piloto da Red Bull admite que não realizou manobra sobre finlandês dentro dos limites da pista em Austin, mas lembra: “a regra não foi seguida naquele fim de semana”

O polêmico desfecho da disputa pelo terceiro lugar no GP dos Estados Unidos neste ano tirou a paciência de Max Verstappen. O piloto ficou bastante bravo por ver seu pódio retirado após uma manobra em Kimi Raikkonen na última volta.

Mesmo assim, o holandês disse a seu site oficial que continua tendo a manobra como sua favorita do ano. "Neste ano, na verdade, não tivemos tantas ultrapassagens", disse ele. "Com este carro, você só pode ultrapassar nas retas, o que realmente não é tão satisfatório em comparação com o ano passado."

Verstappen criticou fortemente a punição que sofreu em Austin logo após a prova, culpando "um comissário idiota lá em cima que sempre toma a decisão contra mim". No entanto, ele diz que não pensa mais assim.

"É claro que, em primeiro lugar, sua reação inicial é algo como: ‘por quê? Foi uma ótima ultrapassagem", disse ele. "Mas quando você olha para as regras, não foi correto".

"A regra não foi seguida naquele fim de semana. Os pilotos estavam saindo da pista sem serem penalizados por isso."

"Mas você sempre precisa se concentrar nos aspectos positivos: ainda foi uma ótima corrida e todos gostaram da emoção até a última volta. É sempre bom estar no pódio, mas terminar em quarto depois de ter começado em 16º ainda é um ótimo resultado. Não foi tão doloroso como a maioria das pessoas achou que foi. No final, eu fiquei em paz com isso."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Max Verstappen
Tipo de artigo Últimas notícias