Para Vettel, Ferrari vai bem em Baku, mas ele não

O alemão fechou o TL2 em Baku na 11ª posição depois de não conseguir fazer uma boa volta rápida, apesar de estar contente com o desempenho do carro no Azerbaijão

Sebastian Vettel não esconde e assume sua responsabilidade no fraco desempenho desta sexta-feira em Baku. Um dia muito complicado, em que pela manhã não pôde encontrar a melhor sensação da Ferrari, com a pista muito suja, fez várias excursões pelas áreas de escape do circuito.

Uma situação que foi então repetida também na sessão da tarde, quando o alemão não conseguiu completar uma boa volta limpa, por isso acabou na 11ª posição na segunda sessão livre. No entanto, o tetracampeão não buscou desculpas e admitiu que o SF71H não vai mal no circuito urbano do Azerbaijão, como confirmado na parte final durante a simulação de corrida.

Vettel se mostrou desapontado com sua própria performance, não com a Ferrari: "Eu acho que esse circuito é bastante complicado, não é fácil encontrar o ritmo, eu não o encontrei de manhã e no começo da segunda sessão eu não estava no ritmo do outros".

"Mas estou muito feliz com o ritmo das corridas longas que mostramos no final, então não está mal", disse o líder do campeonato aos microfones da Sky Sports F1.

Quando perguntado se ele sabia o que era necessário para encontrar a volta perfeita para a qualificação, Vettel explicou: "Sim, eu sinto falta. Depende de mim. Acho que o carro está bom, mas não consegui dar uma boa volta. Precisa muito pouco para cometer um pequeno erro na frenagem, mas, como eu disse, o ritmo na simulação de corrida foi bom, embora possamos melhorar o carro um pouco mais no sábado"

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Sub-evento Sexta-feira - Treino Livre 2
Pista Baku City Circuit
Pilotos Sebastian Vettel
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Entrevista