Vettel admite briga com Red Bull e vê Mercedes superior

Atual segundo colocado do campeonato acha difícil fazer frente aos dois carros da equipe campeã de construtores de 2017

Sebastian Vettel conseguiu a sexta posição pela manhã e registou a quarta melhor marca no segundo treino livre em Interlagos nesta sexta-feira (10), no primeiro dia de trabalhos na pista para o GP do Brasil de F1.

Já fora da briga pelo campeonato e mais relaxado, ele comentou o desempenho na pista e praticamente descartou qualquer tipo de briga em igualdade de condições com as Mercedes de Valtteri Bottas e Lewis Hamilton.

“Acho que conseguimos correr mais do que o esperado, não houve chuva”, disse Vettel, que deu 80 voltas, somando as duas sessões. “Por isso, se tornou um pouco mais fácil. As Mercedes parecem que estão mais rápidas e então a briga ficará entre a Red Bull e nós mesmos.”

“A Mercedes parecia muito forte, ambos estão um pouco à frente.”

Mesmo admitindo a superioridade da principal rival do campeonato, o piloto alemão exaltou o fato de poder trabalhar no carro nos dois treinos.

“Planejamos andar muito para ver como estão os pneus. A pista estava boa. Pudemos ajustar o equilíbrio e isso deve nos ajudar a conseguir o ritmo para a classificação e também para a corrida. Mas, como eu disse, será difícil chegar na Mercedes.”

“Foi um dia mais silencioso, eu gosto disso”, se referindo a problemas que não teve. “Veremos o que temos amanhã. Acho que podemos ajustar o equilíbrio e isso deve nos ajudar. Vai ser difícil superar a Mercedes. Eles parecem muito rápidos em todas as condições e em todos os pneus.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Sub-evento Sexta-feira - Treino Livre 2
Pista Interlagos
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias