Vettel admite problemas, mas não se preocupa: "Carro tem potencial"

Alemão diz que a Red Bull ainda não entendeu como acertar o RB8 corretamente e reconhece que não se sente confortável

Vettel não se diz preocupado com o início difícil

Sexto colocado no Mundial, o atual bicampeão Sebastian Vettel não está tendo o início de temporada dos sonhos, reconhece que não se sente confortável em seu RB8, mas está longe de jogar a toalha. O alemão admite que há problemas com o equilíbrio de sua Red Bull, mas acredita no potencial do carro.

“Não há um problema fundamental com o carro. Há algumas coisas que não funcionam muito bem juntas e o problema que temos no momento é que o equilíbrio do carro não é tão bom quanto ano passado. Não tem nada a ver com os níveis de aderência ou pressão aerodinâmica, mas é só fazer tudo funcionar como um todo e é o que estamos tentando entender para melhorar.”

“Não estou muito confortável. O carro está muito nervoso, se movendo muito, mas acho que há mais carros assim no grid”, admitiu o alemão, que disse não acreditar que isso deva aos novos Pirelli. “Os pneus não mudaram muito e acho que nossos problemas não têm a ver com isso. Primeiro temos de resolver nossas questões e depois começar a nos preocupar com os pneus.”

Vettel lembrou que, apesar das vitórias em sequência, a temporada 2011 não começou 100% perfeita para a Red Bull e tampouco a situação é desastrosa agora.

“Acho que os problemas são muito diferentes e maiores que ano passado. Em 2011, tivemos uma pré-temporada muito boa, entendemos muito bem o carro e conseguimos construir em cima disso. Mas só tivemos duas corridas até agora e, como disse, conquistados um pódio muito bom e na outra estávamos nos pontos. Se estivéssemos em 20º seria uma história diferente.”

De acordo com o piloto, a equipe ainda precisa entender o novo carro. “Precisamos de mais tempo para entender do que o carro precisa. Da sexta-feira para o sábado é uma questão de acerto fino e acho que precisamos encontrar algo que nos dê um pouco mais força.”

Relativizando os resultados, Vettel lembrou da boa corrida de estreia na Austrália e salientou que estava em quarto lugar quando tocou-se com o retardatário Narain Karthikeyan nas voltas finais na Malásia.

“Ano passado eu comecei melhor. Só tivemos duas corridas até agora, mas o início não foi ideal. O carro tem um bom potencial, mas ainda não o aproveitamos. Ainda assim, acho que tivemos um ótimo resultado na Austrália, e na Malásia não terminamos. É isso. Mas até 10 voltas do final estávamos em quarto lugar em uma corrida bastante caótica, com problemas de comunicação e as coisas não saíram como planejado.”  

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias