Vettel admite que incidente com Kvyat foi “de corrida”

Mais calmo após discussão acalorada anterior ao pódio, alemão da Ferrari diz que se sente arrependido pelas críticas

Sebastian Vettel voltou atrás em sua opinião sobre o entrevero com Daniil Kvyat. O russo acabou fazendo uma manobra agressiva na largada do GP da China, e fez Vettel se tocar com o companheiro Kimi Raikkonen. Sebastian se irritou com o russo antes do pódio.

"O que aconteceu na primeira volta, no final, foi um incidente de corrida", disse Vettel.

"Kimi travou na curva 1. Tentei ir por dentro para passar por ele. Daniil estava atrás de mim. Ele largou melhor. Eu estava determinado a ultrapassar Kimi. Daniil estava determinado a me ultrapassar.”

"Kimi voltou da esquerda, Kvyat veio pela direita e eu reagi a ele. Eu realmente não sabia para onde ir. Estava espremido entre Kimi e Daniil.”

"Eu tentei voltar, tirei o pé do acelerador e pisei no freio, mas não havia nenhuma maneira de evitar o toque com Kimi. Obviamente estou terrivelmente arrependido pelo que aconteceu. Tocar em um carro com as mesmas cores não é o certo."

Kvyat disse que seu mergulho por dentro foi bem fundamentado e que não terá medo de ser agressivo no futuro.

"Foi um movimento lógico", disse ele. "Se Vettel não tivesse um carro do lado de fora, teria ficado tudo bem. Só tenho dois olhos, não pude ver Kimi.”

"Quando as emoções estão quentes, você fala sobre isso. Mas para chegar ao pódio você tem que correr riscos. Foi um passo essencial para mim e valeu a pena.”

"Podemos falar por horas sobre isso, mas fui para o pódio. Vou continuar arriscando assim e todos devem esperar isso de mim."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel , Daniil Kvyat
Tipo de artigo Últimas notícias