Vettel analisa: “O maior inimigo sou eu mesmo”

compartilhar
comentários
Vettel analisa: “O maior inimigo sou eu mesmo”
13 de set de 2018 15:45

Em meio a uma fase complicada na luta pelo título da temporada de 2018 da F1, Sebastian Vettel afirmou que, no momento, seu maior inimigo “é ele mesmo”.

O alemão da Ferrari enfrentou provas difíceis em algumas das etapas mais recentes, como no abandono ao bater no GP da Alemanha e com a colisão nas curvas iniciais do GP da Itália.

Isso deixou Vettel 30 pontos atrás de Lewis Hamilton na tabela, sendo que ainda há sete corridas pela frente.

Nos preparativos para o GP de Singapura, Vettel afirmou que, devido à boa forma da Ferrari nos diferentes tipos de circuito, a responsabilidade cabe a ele mesmo extrair os melhores resultados.

“O maior inimigo sou eu. Se tivermos algo para usar, temos todas as chances para fazer as coisas da nossa maneira”, disse o tetracampeão.

“É bem simples. Ele está à frente no momento, então ele é o cara a ser batido. Mas temos todas as chances, e o quão melhor ele poderia ser agora é uma questão diferente.”

“Ainda temos uma chance muito, muito boa, e seremos nosso primeiros inimigos, não ele como pessoa ou eles como equipe. Precisamos cuidar de nós mesmos, e, se fizermos isso, teremos uma boa chance de vencer corridas.”

O alemão também insistiu que os recentes contratempos não o perturbam. “Não estou muito incomodado. Geralmente eu olho para a frente e não foco naquilo que poderíamos ter feito diferente para evitar o que aconteceu.”

Next article
F1 apresenta imagem com conceito de regras de 2021

Previous article

F1 apresenta imagem com conceito de regras de 2021

Next article

Sauber espera ligação da Ferrari para chamar Giovinazzi

Sauber espera ligação da Ferrari para chamar Giovinazzi
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Singapura
Tipo de matéria Últimas notícias