Vettel após falha: “não é só consertar, temos de entender”

Chateado com problema mecânico, Vettel se alivia com trabalho realizado por completo no carro de Kimi Raikkonen

Até então mais rápido no segundo treino livre desta sexta-feira na Rússia, Sebastian Vettel vinha melhorando seu tempo até que sua Ferrari SF16-H apagou no último setor da pista de Sochi. Ele lamentou o problema e o pouco tempo na pista. O alemão só deu dez voltas, mas ainda assim foi o segundo mais veloz.

"Tivemos um problema elétrico, obviamente. Faz parte do sistema elétrico do carro", disse Vettel. "Nós não sabemos ainda inteiramente o que houve, mas nós vamos ter que ver.”

"Tenho certeza que podemos corrigir, mas queremos entender o que aconteceu. É uma pena, porque não fizemos tantas voltas quanto poderíamos, especialmente as simulações em ritmo de corrida, para ver quão competitivos estamos.”

"Eu acho que Kimi fez esta lição de casa para a equipe, então não fomos tão mal. Também acho que aqui nós sabemos mais ou menos o que esperar. Eu acho que ainda podemos aprender muito com o que os outros pilotos fizeram."

Em relação às perspectivas da equipe italiana para o fim de semana, Vettel acrescentou: "é difícil dizer. O saldo ainda não está onde eu queria que estivesse, mas acho que podemos melhorar.”

"Naturalmente, acho que o circuito deve ser bom para nós. Estava muito escorregadio nesta manhã quando dei as duas primeiras voltas. Eu não rodei esta tarde, o que já é uma enorme melhora.”

"Eu me senti mais feliz a cada momento do dia. Obviamente, nós fizemos algumas coisas para a classificação. Para a corrida estão faltando algumas informações, mas não devemos estar mal.”

"Então vamos ver amanhã de manhã, temos outro treino livre."

Raikkonen lamenta "dia difícil"

Enquanto Vettel terminou em segundo atrás do líder Lewis Hamilton, apesar de seus problemas, Raikkonen terminou em quarto lugar, 1s2 atrás do tricampeão do mundo.

"Foi um dia mais difícil, nada parece ter funcionado tão bem como eu queria", disse o finlandês. "É um daqueles dias difíceis de fazer os pneus ganharem temperatura.”

"Além disso, tudo foi mais ou menos OK. Temos um motor novo, mas é muito difícil sentir diferença.”

"Há uma diferença em lugares diferentes e em dias diferentes. Nós não usaríamos quaisquer peças novas se não achássemos que fossem boas."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Pista Sochi Autodrom
Pilotos Sebastian Vettel
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias