Vettel arrasa a concorrência e leva a sétima vitória seguida

O pole Mark Webber perdeu a ponta na largada e sequer viu o companheiro, completando a dobradinha. Massa foi oitavo

A única vez que Sebastian Vettel viu um de seus rivais no GP de Abu Dhabi foi na largada, quando superou o pole Mark Webber. Nas 55 voltas seguintes, o que se viu foi um passeio, em que o alemão abriu mais de 30s para o companheiro para comemorar a sétima vitória seguida. A Red Bull ficou com a dobradinha, com Nico Rosberg completando o pódio. Felipe Massa foi o oitavo colocado.

Webber perdeu a ponta para Vettel na largada, com Rosberg em terceiro e Grosjean se dando bem e ganhando a posição de Hamilton. Mais atrás, Alonso largou bem e pressionou fortemente Massa, que chegou a sair da pista nas primeiras curvas, mas não conseguiu concretizar a ultrapassagem. Outro que largou bem foi Di Resta, que foi tocado por Button, mas seguiu adiante, enquanto o inglês teve de trocar o bico. Largando em último, Raikkonen foi tocado na primeira curva e abandonou.

Assim, após uma animada primeira volta, o top 10 ficou com Vettel, Webber, Rosberg, Grosjean, Hamilton, Hulkenberg, Massa, Alonso, Perez e Di Resta. O mexicano da McLaren foi o primeiro a fazer sua parada, logo na volta 7.

Na volta seguinte, foi a vez de Lewis Hamilton fazer o mesmo e provocar a entrada de Webber e Grosjean na nona volta, na tentativa de evitar que o inglês usasse a aderência dos pneus novos para superá-los. A tática funciona e o australiano se manteve na frente do francês e do inglês.

Segundo, Rosberg aguentou até a volta 11. Mesmo demorando para parar, o alemão retornou à frente de Webber e Grosjean, enquanto Hamilton ficou preso atrás de Gutierrez. Todos os que param cedo acabaram travados no tráfego de quem estava atrasando a primeira parada, dando a chance para Vettel virar mais rápido mesmo com pneus macios usados na ponta e estender sua liderança. Com 13 voltas, o alemão já tinha mais de 26s em relação a Massa, que era segundo e estava na mesma estratégia.

Com uma vantagem suficiente para voltar em primeiro e escapar do tráfego, Vettel parou na volta 14. Três voltas depois, foi a vez de Alonso parar. O espanhol foi seguido pelo companheiro na volta 19. O brasileiro voltou logo atrás de Hamilton, que teve sua prova arruinada após perder 10 voltas para passar Gutierrez. A estratégia da Ferrari permitiu que Massa passasse Hulkenberg, mas colocou Alonso no tráfego.

Mais à frente, Di Resta segurava Rosberg, permitindo a aproximação de Webber e, na volta 20, o australiano fez a ultrapassagem no alemão. Algumas curvas depois, Di Resta fez sua parada e liberou ambos.

Enquanto isso, Alonso foi abrindo caminho no tráfego, passando Perez e Bottas em duas voltas e chegando rapidamente em Hulkenberg. O alemão estava em um trenzinho liderado por Sutil, que ainda não havia parado e segurava também Hamilton e Massa. Quando o inglês tentou passar o alemão, acabou sendo surpreendido por uma grande manobra do brasileiro, que superou a Mercedes e a Force India na volta seguinte. Logo atrás, Alonso teve uma boa briga com Hulkenberg e também passou o alemão e Sutil, que parou apenas na volta 29.

Nesse ponto da pista, os pilotos que faziam duas paradas também voltavam ao pit. Hamilton, em sexto, parou na volta 30. Quatro voltas depois, foi a vez de Webber e Rosberg. A dupla voltou à frente de Massa e Alonso. O espanhol estava rodando bem mais rápido que o brasileiro, mas quando chegou teve dificuldade para passar.

Na volta 37, Vettel e Grosjean fizeram sua segunda parada, e o francês voltou logo à frente das Ferrari. Duas voltas depois, Massa fez sua segunda parada e Alonso continuou na pista, tentando fazer apenas uma parada.

Além do espanhol, outros três pilotos tentavam fazer uma parada dentro do top 10 com dez voltas para o final: Di Resta, Vergne e Bottas. Na ponta, Vettel liderava com mais de 30s de diferença para Webber, Rosberg, Grosjean, Alonso, Vergne, Hamilton, Massa e Bottas.

Na volta 45, Alonso fez sua segunda parada, colocou pneus macios e voltou perigosamente junto de Vergne, saindo da pista para passar o francês, em manobra que foi investigada pelos comissários, que decidiram não punir o bicampeão. O espanhol fez uma manobra inteligente usando bem a dupla zona de DRS para passar Hamilton e superou Di Resta na volta seguinte, chegando ao quinto lugar.

O escocês, sexto, e seu companheiro Sutil, décimo, foram os únicos que sobreviveram com a tática de uma parada. Assim, o top 10 ficou com Vettel, Webber, Rosberg, Grosjean, Alonso, Di Resta, Hamilton, Massa, Perez e Sutil.

Confira o resultado:

1. Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) 55 voltas   
2. Mark Webber (Red Bull-Renault) +30.8s  
3. Nico Rosberg (Mercedes) +33.6s
4. Romain Grosjean (Lotus-Renault) +34.8s      
5. Fernando Alonso (Ferrari) +67.1s
6. Paul Di Resta (Force India-Mercedes) +78.1s
7. Lewis Hamilton (Mercedes) +79.2s
8. Felipe Massa (Ferrari) +82.8s        
9. Sergio Perez (McLaren-Mercedes) +91.1s  
10. Adrian Sutil (Force India-Mercedes) +93.2s
11. Pastor Maldonado (Williams-Renault) +95.9s 
12. Jenson Button (McLaren-Mercedes) + 1 volta 
13. Estaban Gutierrez (Sauber-Ferrari) + 1 volta    
14. Nico Hulkenberg (Sauber-Ferrari) + 1 volta
15. Valtteri Bottas (Williams-Renault) + 1 volta
16. Daniel Ricciardo (Toro Rosso-Ferrari) + 1 volta
17. Jean-Eric Vergne (Toro Rosso-Ferrari) + 1 volta
18. Giedo van der Garde (Caterham-Renault) + 1 volta 
19. Charles Pic (Caterham-Renault) + 1 volta
20. Jules Bianchi (Marussia-Cosworth) + 2 voltas 
21. Max Chilton (Marussia-Cosworth) + 2 voltas

Abandonou

Kimi Raikkonen (Lotus-Renault) 0 voltas

Volta mais rápida: Alonso, 1:43.434s

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Tipo de artigo Últimas notícias