Vettel: “dificilmente estarei na Fórmula 1 daqui dez anos”

Piloto alemão evita comparação com Hamilton e diz que chegou a ter dúvidas sobre si após ser batido por Ricciardo no ano passado

Vice-líder do campeonato após o GP da Rússia, Sebastian Vettel acredita que não estará mais na Fórmula 1 daqui dez anos. Embora não pense ainda muito na vida após a carreira no campeonato mundial, ele crê em uma sequência fora da categoria a médio prazo.

Questionado pelo jornal espanhol El Pais, o piloto de 28 anos não deu pistas. “No momento, estou muito ocupado com o que faço, porque a Ferrari ainda não está onde queremos.”

“Não penso muito sobre o que vou fazer quando deixar a F1, mas dificilmente estarei aqui daqui dez anos. Certeza que vou encontrar algo que me preencha.”

O piloto também disse que, apesar de ter o mesmo número de vitórias no momento (42), não se vê comparável a Lewis Hamilton.

“Meu estilo de vida e o de Hamilton não se parecem em nada. Mas todo mundo vive sua vida como quer e gosta.”

Sobre o fato de ter sido derrotado pelo australiano Daniel Ricciardo na Red Bull no ano passado, o tetracampeão disse que chegou a ter dúvidas sobre seu potencial. “Sim, é claro que duvidei de mim, e eu não tenho vergonha de admitir isso”, falou.

“No final é natural, pode acontecer com você algum dia. Obviamente outros fatores influenciaram, como o surgimento dos novos motores e os poucos quilômetros que fizemos na pré-temporada.”

“Mas claro que houve momentos em que eu não rendi como deveria. O importante é que sei quando poderia ter dado mais e quando não.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias