Vettel diz que fazer apenas uma parada “não era uma opção”

Piloto da Ferrari revela que carro da Scuderia não conseguiria ter feito o GP da Espanha parando apenas uma vez

Depois de uma boa largada, Sebastian Vettel assumiu o segundo lugar no GP da Espanha e parecia que tinha o segundo lugar encaminhado após um erro da Mercedes durante o único pit de Valtteri Bottas na corrida.

Porém, a Ferrari foi obrigada a parar mais uma vez e o alemão perdeu não só a posição para Valtteri, mas também para Max Verstappen. O holandês, apesar de estar sem um pedaço do bico, fechou o pódio, e mesmo com Vettel andando de pneus mais novos atrás.

Perguntado se a estratégia da Ferrari foi a ideal, Vettel respondeu: “sim, porque o conselho era que não era uma opção continuar na pista”.

“Nós estávamos desgastando os pneus mais rápido que os outros, embora obviamente isso pareça diferente e pareça errado.”

Vettel ressaltou também que tentou, mas não conseguiu passar Verstappen.

“Eu acho que eles podem quebrar as asas do outro lado também”, seguiu.

“No geral, fomos um pouco mais rápidos, nossos pneus estavam mais novos também, mas, conforme as voltas continuavam, não tínhamos ritmo suficiente. Nós não éramos rápidos o suficiente.”

“Mesmo no final, eu não estava em boa forma com os pneus, apesar do fato de os meus serem os mais novos.”

“Foi um fim de semana decente, só precisamos entender o que fazer com os pneus. Precisamos dar uma olhada.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pista Circuit de Barcelona-Catalunya
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias