Vettel fecha sexta-feira à frente, mas Webber encosta

Com tempos próximos nos treinos livres, Grosjean e Alonso ficaram a menos de dois décimos da Red Bull

Sebastian Vettel continuou sua sequência de dominação nos treinos livres para o GP da Hungria, fechando a sexta-feira na frente. Mas teve seu companheiro na Red Bull, Mark Webber, a menos de um décimo, e viu Lotus e Ferrari ficarem a menos de dois décimos de sua melhor marca em Budapeste.

Romain Grosjean foi o terceiro, com Fernando Alonso em quarto e Felipe Massa em quinto. Kimi Raikkonen vinha com tempo abaixo da marca de Vettel, mas foi atrapalhado em sua volta rápida e foi apenas o oitavo, enquanto as Mercedes sofreram, com Lewis Hamilton em sexto e Nico Rosberg em sétimo.

Trabalhando com os pneus médios, as Red Bull dominaram a primeira parte do treino, com Vettel à frente, a exemplo do que havia ocorrido no treino da manhã. As Ferrari apareceram bem, em terceiro e quarto, com vantagem para Fernando Alonso, ainda que o piloto espanhol tenha reclamado de saída de frente. Kimi Raikkonen fechava o top 5, superando a Mercedes de Lewis Hamilton.

Mais cedo em relação ao que acontece normalmente, Vettel veio para a pista com os pneus macios com uma hora para o final do treino e melhorou seu tempo em 1s2, o mesmo acontecendo com Webber. Nico Rosberg foi outro que antecipou sua simulação de classificação, melhorando sua marca em 1s5 mas, ainda assim, ficando a sete décimos do compatriota da Red Bull.

Cinco minutos depois, Hamilton fez sua simulação. O inglês começou a volta abaixo do tempo de Vettel, mas cometeu um erro no segundo setor e perdeu ainda mais tempo no terceiro, fechando a volta a mais de meio segundo do líder, indicando que os pneus da Mercedes não estão aguentando nem até o final da primeira volta lançada. O time alemão teve o primeiro contato com o novo pneu nesta sexta-feira, depois de cumprir, no teste de Silverstone, a punição por ter levado o carro de 2013 à pista em maio sem autorização.

As Ferrari foram as próximas a buscarem tempos rápidos com o pneu macio, em um momento em que a temperatura da pista subia, atingindo os 45ºC no asfalto. Massa precisou de duas voltas lançadas para fazer o quarto tempo, melhorando sua marca obtida com os médios em 1s4. Foi o mesmo que Alonso conseguiu abaixar em relação ao tempo anterior. O espanhol ficou a terceira marca, a menos de dois décimos de Vettel.

Isso, até Grosjean fazer sua marca, poucos centésimos melhor que Alonso. Já Raikkonen vinha mais rápido que Vettel, mas teve de abortar sua primeira tentativa, atrapalhado por uma Sauber. Na segunda, o finlandês quase se tocou com Button, que parecia ter aberto para a Lotus, mas logo fechou a porta. Já com os pneus bastante usados, Kimi finalmente conseguiu fazer sua simulação e ficou com o oitavo tempo, a sete décimos de Vettel.

As equipes, então, passaram a dividir os trabalhos entre seus pilotos. Na Mercedes, Rosberg fez a simulação de prova com os médios, enquanto Hamilton usou os macios – e sofreu muito com a degradação. Na Red Bull, foi Webber quem ficou com os macios e, após sete voltas, já era 5s mais lento que na simulação de classificação.

Na Lotus, Grosjean fez a simulação com os macios, com tempos semelhantes aos de Webber, enquanto na Ferrari Alonso foi com os pneus de marca amarela e Massa, com os médios. O espanhol, contudo, se mostrou mais lento que o australiano e acabou também colocando os médios no final. As simulações de corrida e, principalmente, de classificação, continuarão na próxima sessão de treinos livres, às 6h da manhã deste sábado, pelo horário de Brasília.

 

Confira os tempos da segunda sessão de treinos livres na Hungria

 

Sebastian Vettel

Red Bull Racing-Renault

1:21.264

 

34 voltas

Mark Webber

Red Bull Racing-Renault

1:21.308

+0.044

42

Romain Grosjean

Lotus-Renault

1:21.417

+0.153

40

Fernando Alonso

Ferrari

1:21.426

+0.162

34

Felipe Massa

Ferrari

1:21.544

+0.280

37

Lewis Hamilton

Mercedes

1:21.802

+0.538

42

Nico Rosberg

Mercedes

1:21.991

+0.727

40

Kimi Räikkönen

Lotus-Renault

1:22.011

+0.747

32

Jenson Button

McLaren-Mercedes

1:22.180

+0.916

41

10º

Adrian Sutil

Force India-Mercedes

1:22.304

+1.040

41

11º

Paul di Resta

Force India-Mercedes

1:22.526

+1.262

39

12º

Sergio Perez

McLaren-Mercedes

1:22.529

+1.265

37

13º

Pastor Maldonado

Williams-Renault

1:22.781

+1.517

36

14º

Esteban Gutierrez

Sauber-Ferrari

1:22.837

+1.573

42

15º

Nico Hulkenberg

Sauber-Ferrari

1:22.841

+1.577

39

16º

Jean-Eric Vergne

STR-Ferrari

1:23.369

+2.105

34

17º

Daniel Ricciardo

STR-Ferrari

1:23.411

+2.147

41

18º

Valtteri Bottas

Williams-Renault

1:23.646

+2.382

34

19º

Charles Pic

Caterham-Renault

1:24.325

+3.061

38

20º

Giedo van der Garde

Caterham-Renault

1:25.065

+3.801

36

21º

Jules Bianchi

Marussia-Cosworth

1:25.143

+3.879

39

22º

Max Chilton

Marussia-Cosworth

1:26.647

+5.383

33

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Tipo de artigo Últimas notícias