Vettel imita Marko e Todt e diz temer por futuro da Fórmula 1

Alemão roubou a cena em premiação e aproveitou para criticar a chegada dos motores V6 a partir do ano que vem

Sebastian Vettel se mostrou preocupado com a direção que a Fórmula 1 vem tomando ao diminuir a potência de seus motores. O alemão lembrou que teve sua primeira experiência, em um teste com a Williams, em 2005, com um motor V10 e agora se prepara para a primeira temporada com os V6.

“Estou um pouco triste porque meu primeiro teste em um F-1 foi com o V10. Depois passamos a usar os V8. Na minha segunda vez em um carro eu já senti a diferença. Só espero não perder do ponto de vista da potência”, afirmou na entrega de premiação da Autosport.

“Também lembro a primeira vez que fui ver a F-1, em 1992, estava chovendo e só fui no treino livre em Hockenheim. Os carros só estavam saindo para fazer voltas de instalação, mas dava para ouvir o carro chegando, senti-lo no chão. Estas são minhas primeiras lembranças.”

O tetracampeão afirmou que a Fórmula 1 precisa gerar nos fãs esse tipo de experiência inesquecível.

“Só espero não perder essa animação no futuro. Acho que os carros têm de ter cheiro, precisam ser barulhentos, precisam dar algo que você não vai esquecer.”

Vettel aproveitou ainda para fazer algumas imitações. Depois de ‘homenagear’ Kimi Raikkonen ano passado, desta vez foram Helmut Marko e Jean Todt.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias