Vettel lamenta demora em fazer segunda parada, mas celebra consistência

Alemão reconhece que copiar a estratégia de Hamilton seria sua melhor chance de vencer: "É fácil analisar agora"

Vettel liderou parte da prova

 

Sempre é fácil saber qual a melhor estratégia depois que a prova acaba. Essa foi a lição aprendida por Sebastian Vettel no GP do Canadá. O alemão liderou a primeira parte da prova, mas se viu relegado à terceira colocação após a primeira parada de pit stops. Quando o então líder Lewis Hamilton parou, decidiu seguir na pista, o que minou suas chances de vitória e o colocou em quarto lugar.

“Acho que foi uma corrida difícil. Estávamos em terceiro lugar, bem longe de Lewis quando ele decidiu parar. Eu e Fernando acredito que nos surpreendemos, porque naquele momento os pneus pareciam funcionar bem, e tomamos a decisão de continuar na pista. Obviamente, queríamos recuperar a posição com Lewis no final, mas no final das contas fazer uma segunda parada foi a decisão certa”, afirmou ao TotalRace.

Após ser superado por Hamilton, Vettel decidiu parar e ainda conseguiu ultrapassar Alonso nas voltas finais.

“Decidimos parar com poucas voltas para o final e acho que foi o certo a fazer porque, antes da parada, estávamos a 3 ou 4s de Fernando e terminamos 6s na frente dele. Sempre é fácil analisar agora, mas acho que aprendemos muito hoje e vimos que as corridas podem ser muito interessantes até a última volta.”

Mesmo terminando em quarto uma prova em que largou da pole, o atual bicampeão se mostrou feliz com o desempenho da Red Bull e ironizou as mudanças de regras de atingiram sua equipe recentemente.

“Foi um final de semana muito bom para nós, muito consistente e, se continuarmos trabalhando nessa direção, tomara que possamos dar um passo adiante. Valência é uma pista diferente e pode ser que, até lá, nos deixem abrir o buraco novamente.” 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias