Vettel lamenta oitavo lugar, mas espera crescer na corrida

Alemão ficou a 122 milésimos de conquistar o quinto lugar no grid, mas se vê mais rápido que as McLaren

Sebastian Vettel não deixou de lamentar os 122 milésimos que o separaram do quinto lugar no grid de largada para o GP da Itália, mas confia no ritmo de corrida de sua Red Bull para fazer uma boa corrida. O alemão larga em oitavo lugar, uma posição à frente do companheiro Daniel Ricciardo.

[publicidade] “Deveríamos estar liderando esse grupo de perseguição, logo atrás Mercedes e Williams”, lamentou o tetracampeão, ouvido pelo TotalRace em Monza. “Não estou totalmente contente porque as diferenças estão tão pequenas que dá para ver que poderíamos ter conquistado uma posição de largada melhor. Contudo, no geral, era o que dava para fazer hoje.”

A decepção de Vettel só não é tanta porque o alemão espera que a Red Bull tenha um ritmo mais forte que as McLaren, que se classificaram em quinto e sexto lugares. Sebastian espera, contudo, lutar de igual por igual com Fernando Alonso, que sai a seu lado na quarta fila.

“Acho que devemos ser mais rápidos que a McLaren. Em relação à Ferrari, é difícil saber onde estamos em relação a eles, mas acredito que somos tão rápidos quanto. Acho que Mercedes e Williams estão fora de alcance mas nunca se sabe: se um tirar o outro da corrida... quando você está atrás, você nunca se importa se quem está na sua frente erra. Mas primeiramente você tem de cuidar de si mesmo para não errar.”

Daniel Ricciardo compartilha da opinião do companheiro. “Mesmo que esperássemos uma classificação complicada, estou desapontado. O nono lugar não é algo para se animar. Seb está na frente, mas ele é apenas o oitavo e adoraríamos estar mais perto do top 5. Vamos cruzar os dedos para termos um melhor ritmo de corrida e vamos tentar fazer alguma coisa com isso.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias