Vettel não acha que degradação seja grande problema para Red Bull

Alemão critica adiamento na mudanças nos compostos apenas para Silverstone e teme por problemas de segurança

Vettel anda pelo paddock ao lado de assessora

Líder do campeonato até aqui, Sebastian Vettel bateu na trave nos dois últimos anos em Montreal. Em 2011, o piloto liderou a prova inteira, até que foi ultrapassado por Jenson Button na última volta. No ano passado, Sebastian fez a pole, mas uma tática ruim da Red Bull o tirou a primeira posição e o pódio.

Neste ano, pelo RB9 ter se mostrado constante com diferentes compostos, Vettel não crê que o desgaste seja um grande problema.

“Difícil de dizer, porque se você olhar os circuitos que isso aconteceu com os outros, não aconteceu conosco. Barcelona é muito diferente do Bahrein, por exemplo”, falou Vettel ao TotalRace.

“Acho difícil saber se este circuito vai fazer ser mais difícil. Temos muitas retas aqui, velocidades maiores no que o normal. Então é impossível responder esta pergunta agora.”

O piloto criticou duramente o fato dos novos pneus serem apenas testados no Canadá. O Vettel crê que, por segurança, os novos compostos deveriam já ter sido implementados.

“Soubemos em Mônaco no sábado que teríamos pneus diferentes para estar corrida e no outro fim de semana não teríamos mais. Eu não entendo, porque os pontos que deixamos claro são os da segurança, precisávamos que as equipes aceitassem, mas é uma coisa que em geral é muito chato de acontecer. Acho difícil de as equipes concordarem com algo de forma unânime.”

“Só espero que não tenhamos problemas de estouros nesta corrida, e se decidirmos usar os outros pneus daqui para frente, espero que os argumentos desses problemas estejam longe.”

Vettel se disse preocupado com possíveis destroços na pista se um pneu de fato estourar e citou de exemplo o que houve com Felipe Massa em Budapeste em 2009. “Tivemos problemas nas corridas neste ano. Não gosto de ir ao pior dos cenários, mas acho que se lembrarmos do acidente que Felipe [Massa] teve há alguns anos na Hungria, foi um pedaço vindo de outro carro. Veio e acertou o lugar errado. É o que pode acontecer com estes pneus. Na minha opinião esta mudança é por segurança”, defendeu.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias