Vettel pula de 15º para quarto e rouba a cena na Espanha

Alemão destaca a estratégia e o ritmo da Red Bull, mas garante que não quer ficar atrás das Mercedes

Largando em 15º após problemas na classificação e uma troca de câmbio, Sebastian Vettel teve uma tarde movimentada no GP da Espanha para chegar em quarto lugar e se tornar o grande nome da prova. O dono da melhor volta encontrou um novo lugar para fazer ultrapassagens em Barcelona, a curva 10, e usou o ritmo de sua Red Bull para ganhar 11 posições na prova.

[publicidade]“Acho que fizemos o que podíamos, foi o final de semana difícil porque não andei muito mas fiquei muito feliz com o carro que eu tive durante a corrida”, reconheceu o alemão.

“Tive de ser paciente nas primeiras voltas, pois é muito difícil estar no trem no início da prova. Depois que tiramos o tráfego, conseguimos usar o ritmo do carro, foi importante ter o mesmo ritmo dos rivais mesmo estando com o pneu duro. A estratégia foi muito boa e isso nos ajudou também.”

O grande pulo do gato de Vettel na corrida foram as voltas com seu segundo jogo de pneus, quando o alemão estava com o composto mais duro e lento e, mesmo assim, ganhou terreno e entrou na zona de pontuação. Nas voltas finais, o tetracampeão superou Fernando Alonso, Kimi Raikkonen e Valtteri Bottas.

Mesmo fazendo uma grande prova, Vettel admite que sua preocupação é com a vantagem da Mercedes. Na Espanha, o alemão chegou a mais de 76s do vencedor Lewis Hamilton.

“Todas as equipes estão tentando chegar na Mercedes, mas no momento temos de ser justos, eles têm um grande pacote, um motor muito forte e ótimos pilotos. Por isso são difíceis de bater. Porém, seria muito triste ir para a corrida mirando o terceiro lugar. Neste final de semana, conseguimos o terceiro e quarto lugares, mas no próximo vamos lutar para melhorar.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias