Vettel quebra e Hamilton aproveita para ganhar terceira do ano

Fernando Alonso chegou em segundo e Jenson Button, em terceiro, após primeiro abandono do alemão desde a Coreia em 2010

Mesmo com a vitória, Hamilton está fora da luta pelo vice

Lewis Hamilton aproveitou o primeiro abandono de Sebastian Vettel desde o GP da Coreia do ano passado e venceu sua terceira prova da temporada. O inglês foi seguido pelo espanhol Fernando Alonso e pelo companheiro Jenson Button. Felipe Massa foi o quinto, Rubens Barrichello fez grande prova para terminar em 12º e Bruno Senna foi apenas o 16º.

Sebastian Vettel fez outra boa largada e pulara na frente quando, logo na segunda curva, rodou. Levando o Red Bull aos boxes com o pneu furado, acabou tendo de abandonar pela primeira vez desde o GP da Coreia. Deixou o caminho livre para Hamilton, seguido de Alonso, que ultrapassou Webber na largada e Button ainda na primeira volta. O inglês da McLaren manteve a terceira posição, com Webber em quarto, Massa em quinto. Rosberg, Schumacher, Sutil, Di Resta e Buemi completavam o top 10.

O escocês, Senna e Kobayashi apostaram em começar a prova com o pneu médio. Depois perder posições na largada, aproveitou o início ruim para tirar o composto mais lento do caminho e fez sua primeira parada, assim como ambos os pilotos da Sauber. Barrichello pulou bem da última fila e passou a 15º logo nas primeiras voltas.

As duas zonas de ultrapassagem serviram, tanto para possibilitar a manobra, quanto o troco. Isso aconteceu entre Button e Webber, e Di Resta e Buemi nas primeiras voltas.

Na volta 13, Button reclamou de um problema no carro e, perdendo rendimento, caiu na mira de Webber de novo. Após uma bela briga, o inglês permaneceu na frente.

Na 16ª volta, Massa foi o primeiro dos ponteiros a fazer sua parada, sendo seguido na volta seguinte pelos três primeiros. A parada mais lenta da Ferrari deu a chance de Hamilton respirar, pois Alonso vinha tirando a diferença e chegou a estar 1s9 atrás antes da parada. Mas os italianos não tiveram tantos problemas quanto a Red Bull, que devolveram Webber atrás de Massa.

Quem também sofreu com um pit stop lento foi Barrichello, que caiu para 15º após a primeira rodada de paradas, com alguns pilotos tentanto fazer apenas uma parada. O piloto da Williams se mantinha sempre logo à frente de Senna.

Enquanto Hamilton Alonso trocavam voltas mais rápidas na frente e o inglês mantinha uma vantagem de 3s para o espanhol, Massa chegava em Button e Webber chegava em Massa.

Com todas as paradas realizadas, Barrichello subiu para 11º e Heikki Kovalainen levava a Lotus ao 13º lugar. Já Senna perdeu contato após sua segunda parada, levou uma volta e parou no 15º posto.

Massa e Webber chegaram a trocar posição, mas novamente a dupla zona de DRS permitiu que o brasileiro se defendesse. Ambos passaram por um belo susto quando davam uma volta em cima de Pastor Maldonado, que já tinha levado um drive through por ignorar bandeiras azuis, e, brigando por posição com Jaime Alguersuari, atrapalhou ambos os pilotos, especialmente Webber, que perdeu 2s em relação a Massa.

Na frente, Hamilton fez uma sequência de voltas muito rápidas e a diferença chegou a 5s. Quem também aproveitou para escapar foi Button, que abriu mais de 6s para Massa.

A solução de Webber foi antecipar a segunda parada, sendo o primeiro dos ponteiros a fazer o segundo pit stop, na mesma 36ª volta em que Barrichello parou desde a 10ª posição. O próximo a parar foi Button, que colocou médios, ao contrário do australiano, que com isso seria obrigado a fazer três paradas.

Na volta 41, Hamilton e Massa foram para os boxes. O inglês vinha perdendo muito tempo para Alonso nas voltas que antecederam o pit. O piloto da Ferrari permenaceu na pista até a volta 44  na tentativa de tomar a liderança, mas perdeu tempo na entrada do pit atrás da Hispania e a parada da Ferrari foi lenta, demais de 5s. Com isso, voltou 4s4 atrás.

Entre os pits dos líderes, Webber conseguiu passar Button e, voltas depois, Rosberg, que não havia feito a segunda parada. Enquanto isso, faltando dez voltas para o final, Barrichello se mantinha a 10s dos pontos.

Webber parou na última volta e chegou confortavelmente à frente de Massa, no quarto lugar. Barrichello tirou a grande desvantagem que tinha em relação ao 11º colocado Sergio Perez, mas não conseguiu ultrapassá-lo e terminou a 0s7 do mexicano, em 12º. Em uma péssima prova para a Renault, a estratégia ousada não funcionou e Bruno Senna foi o 16º, com o companheiro Petrov em 13º.

A próxima corrida acontece em 15 dias, no circuito de Interlagos.

Resultado final:

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Tipo de artigo Últimas notícias