Vettel questiona ultrapassagem de Alonso na China

Embora admita que perdeu a corrida na estratégia e com o toque de Verstappen, Vettel não se mostrou satisfeito com a ultrapassagem que Alonso fez com a duas voltas do fim

Max Verstappen se colocou à frente de Sebastian Vettel e a partir dali a corrida do alemão se tornou um calvário.

Apesar dos danos em seu SF71H, não só não conseguiu recuperar as posições perdidas (Hamilton, Raikkonen e Hulkenberg), também viu Alonso começar uma perseguição e a duas voltas do fim foi ultrapassado pelo espanhol e perdeu a sétima posição para o piloto da McLaren.

Alonso abriu o traçado e atacou a faixa inteira, em um movimento que Vettel imediatamente criticou no rádio. "Isso simplesmente me tirou da pista. Foi intencional", ele exclamou sem mudar o tom.

Então, diante da mídia, ele explicou que não podia se defender e que o movimento de Alonso foi precipitado: "Ele estava muito vulnerável, então ele poderia ter me passado em outro momento".

"Eu acho que a maneira como ele entrou na curva foi 'agora ou nunca', e obviamente eu tive que recuar, caso contrário teríamos batido. Estava feliz se a corrida terminasse".

O espanhol admitiu que Vettel estava em desvantagem e, vendo que ele era mais lento na reta por causa dos danos que carregava no carro, buscou a ultrapassagem na curva. Alonso falou de danos na direção da Ferrari e Vettel referiu-se a "danos no solo" que fizeram "o equilíbrio do carro desaparecer".

Confira os dez momentos mais marcantes do GP da China

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pista Shanghai International Circuit
Pilotos Fernando Alonso , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias