Vettel revela ajuda do vento em recuperação no GP da França

compartilhar
comentários
Vettel revela ajuda do vento em recuperação no GP da França
Por: Scott Mitchell
25 de jun de 2018 10:43

Sebastian Vettel ficou surpreso com sua recuperação no GP da França e acredita que teria sido ainda mais difícil superar os outros carros sem a ajuda do vento.

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, leads Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, Max Verstappen, Red Bull Racing RB14, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14, and the rest of the field at the start
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, and Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, spin to the back after contact on the opening lap
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, battles with Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, at the start
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, leads Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, Max Verstappen, Red Bull Racing RB14, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14, and the rest of the field at the start
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H on the grid
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14, pass by as Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, go off track at the start
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H pit stop

O piloto da Ferrari terminou em quinto em Paul Ricard mesmo tendo de parar na primeira volta para colocar uma nova asa após atingir Valtteri Bottas na curva 1.

Vettel, que também sofreu uma punição de 5s pelo acidente, foi ajudado pelo fato de ter parado para trocar o bico com o safety car acionado, o que evitou que ele retornasse à pista com grande desvantagem para os concorrentes.

Ao analisar sua recuperação, Vettel disse: “Obviamente, eu estava fora da minha posição, mas fiquei surpreso, para ser honesto.”

“Acho que teve a ver com o forte vento frontal que tivemos, da parte leste a oeste da pista, na longa reta.”

“Isso nos ajudava muito, porque ganhávamos muito na segunda parte das retas, o que, obviamente, deixava o vácuo bem forte.”

“Se o vento estivesse no outro sentido, acho que teria sido mais difícil.”

Leia também:

Vettel colocou pneus macios em sua parada, o que significava que ele tentou completar 52 voltas com o mesmo jogo de pneus.”

A Pirelli levou seu pneu de composto mais fino, feito especialmente para as corridas da Espanha, França e Inglaterra, já que havia temores de desgaste em pistas de alta velocidade.

A Ferrari enfrentou dificuldades com esses pneus na Espanha, mas Vettel ficou mais feliz com sua performance na França.

“Nossa estratégia foi uma boa decisão”, disse Vettel. “Não havia problemas com os pneus. Kimi conseguiu permanecer naquele grupo. Isso provou que nossa estratégia foi uma boa decisão.”

“Para Kimi, ele fez mais de 30 voltas com o ultramacio. Onde eu estaria, não sei a resposta, porque tive uma corrida diferente depois da primeira volta.”

“Estávamos indo bem melhor do que em Barcelona. Tivemos progresso. Eu adoraria ter tido um diferente resultado, mas vamos seguir em frente.”

Reportagem adicional de Dominik Sharaf

Próxima Fórmula 1 matéria
Hamilton vence em 23º GP diferente e quebra recorde

Previous article

Hamilton vence em 23º GP diferente e quebra recorde

Next article

Alonso descarta frustração: “Tenho melhor trabalho do mundo”

Alonso descarta frustração: “Tenho melhor trabalho do mundo”

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da França
Localização Circuit Paul Ricard
Pilotos Sebastian Vettel Shop Now
Equipes Ferrari Shop Now
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias