Vettel se preocupa com falta de velocidade da Red Bull nas retas

Alemão vai largar em décimo após sofrer com problema na redução de marchas durante a classificação

Na segunda vez em que ficou de fora do Q3 nas três primeiras provas do campeonato, Sebastian Vettel apontou uma falha na redução de marchas pelo 11º lugar na classificação. O alemão larga em décimo após a punição dada ao companheiro Daniel Ricciardo pelo desatroso pit stop do GP da Malásia.

“Eu tive um problema no final do Q1 com as reduções de marcha e não conseguimos consertar a tempo. Eu tive de fazer a volta assim mesmo e o rendimento ficou comprometido. Como os tempos estavam muito próximos acabei não passando do Q2. Não consegui extrair 100% do carro”, reconheceu o tetracampeão, que explicou que o problema nas trocas de marcha está relacionado à captação de energia para o ERS-K e às configurações do freio eletrônico.

“É difícil dizer o quanto isso influiu. O equilíbrio do carro não era o que esperava, o que eu queria. Mas não estou culpando ninguém. Claro que não ajudou, sem isso eu iria para o Q3. Também não tivemos uma boa performance nas retas.”

Essa preocupação da velocidade também preocupa o alemão para a corrida. “Depende de quem eu tiver de ultrapassar. Mas acho possível. Depende de encontrarmos a estratégia certa para nos certificar de que podemos usar o ritmo do carro. Com pista livre, o ritmo deve ser bom, mas é mais fácil ter isso largando da pole do que em décimo.”

Perguntado se o terceiro melhor tempo do companheiro Daniel Ricciardo era um alento, Vettel lembrou que a diferença, superior a oito décimos, ainda é grande demais.

“Ele fez o que pôde e o carro também. Ainda assim, se olhar a diferença, ela é muito grande. Por outro lado, sentimos que essa pista é ruim para nós desde os testes, porque não temos potência e isso é importante aqui. Mesmo assim, temos a chance de colocar o carro em uma boa posição nos pontos na corrida.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias