Vettel supera Hamilton e vence GP da Bélgica

compartilhar
comentários
Vettel supera Hamilton e vence GP da Bélgica
26 de ago de 2018 14:38

Alemão conseguiu ultrapassagem decisiva ainda na primeira volta e controlou vantagem para obter triunfo importante no Mundial

Sebastian Vettel obteve uma importante vitória para suas pretensões de título ao dominar o GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps, deixando Lewis Hamilton no segundo lugar.

O alemão, que partiu do segundo lugar no grid, superou o pole position Hamilton ainda na primeira volta, na longa reta entre as curvas Eau Rouge/Raidillon e Les Combes.

A partir de então, o piloto da Ferrari controlou a vantagem sem ser ameaçado para conquistar sua primeira vitória desde o GP da Grã-Bretanha, em julho. Assim, sua desvantagem para Hamilton na tabela cai para 17 pontos.

Max Verstappen fez corrida solitária para terminar no terceiro lugar. O holandês não fez frente aos dois ponteiros, mas, por outro lado, não teve de se preocupar com nomes como Kimi Raikkonen e Daniel Ricciardo, que ficaram de fora da disputa após um acidente múltiplo na largada.

Os primeiros metros, aliás, viram um acidente espetacular, protagonizado por Nico Hulkenberg, Fernando Alonso e Charles Leclerc. O espanhol decolou, passou por cima do monegasco e até chegou a arranhar o halo do Sauber.

Sergio Pérez e Esteban Ocon coroaram o bom fim de semana da ressurgida Force India ao terminar em quinto e sexto, respectivamente. Eles ainda ficaram atrás de Valtteri Bottas, da Mercedes.

Romain Grosjean, Kevin Magnussen, Pierre Gasly e Marcus Ericsson completaram a zona de pontuação. 

A corrida

Hamilton manteve a ponta após a largada, embora Vettel tenha partido para o ataque. No pelotão intermediário, houve uma série de acidentes que provocaria a entrada do safety car. O mais forte foi desencadeado por Nico Hulkenberg, que perdeu o ponto de freada na aproximação da curva 1, atingiu a traseira de Fernando Alonso, que decolou, passou por cima de Charles Leclerc e também eliminou o monegasco.

 

Photo by: Mark Sutton / Sutton Images

Atrás, também houve toques que envolveram Daniel Ricciardo e Kimi Raikkonen – o piloto da Ferrari teve de ir aos boxes para trocar um pneu furado.

No entanto, antes mesmo do acionamento do safety car, Vettel superou Hamilton na longa reta após o complexo Eau Rouge/Raidillon, assumindo a liderança. Esteban Ocon tentou ir no embalo, mas acabou superado por Sergio Pérez e caiu para quarto.

A corrida foi retomada na volta 5. Vettel manteve a ponta na relargada e começou a abrir vantagem sobre Hamilton, que também obtinha um intervalo maior para as Force India.

Na sétima volta, Verstappen superou Ocon na longa zona de DRS, por dentro da curva Les Combes, para ir ao quarto lugar. Três passagens mais tarde, o holandês deixou Pérez para trás no mesmo local e assumiu posição do pódio, embora já distante de Hamilton e Vettel. 

O alemão da Ferrari dominava o estágio inicial da corrida, virando repetidamente mais rápido que Hamilton e já construindo uma vantagem confortável.

Hamilton abriu a rodada de pitstops entre os líderes no fim da volta 21, quando trocou os pneus supermacios para colocar os macios. Vettel, a fim de evitar o undercutdo rival, respondeu na volta seguinte e também foi ao box.

A reação foi rápida o suficiente para que Vettel mantivesse a ponta, mesmo que com vantagem reduzida para a concorrência. Hamilton, que havia perdido a posição para Verstappen após sua parada, superou o holandês e voltou à segunda posição, restabelecendo as posições das voltas iniciais.

Com pneus novos, Vettel voltou a abrir vantagem, chegando a estar 5s à frente de Hamilton. Verstappen, depois de seu pitstop, estava isolado em terceiro, distante dos líderes e com uma vantagem folgada para os rivais de trás.  

O destaque, então, passou a ser Bottas. Ao adotar uma estratégia diferente depois de largar do fundo do grid, o finlandês superou Ocon para ir ao quinto lugar na volta 33. Poucas voltas mais tarde, Bottas repetiu a manobra sobre Pérez para subir ao quarto posto. 

Vettel completou a 44ª passagem com vantagem confortável de 11s para Hamilton. Verstappen completou o pódio.

Pos  Piloto   Carro Tempo  Dif.
Sebastian Vettel Ferrari 1:23'34.476  
Lewis Hamilton Mercedes 1:23'45.537 11.061
Max Verstappen Red Bull/TAG Heuer 1:24'05.848 31.372
Valtteri Bottas Mercedes 1:24'38.081 1'03.605
Sergio Pérez Force India/Mercedes 1:24'45.499 1'11.023
Esteban Ocon Force India/Mercedes 1:24'53.996 1'19.520
Romain Grosjean Haas/Ferrari 1:25'00.429 1'25.953
Kevin Magnussen Haas/Ferrari 1:25'02.115 1'27.639
Pierre Gasly Toro Rosso/Honda 1:25'20.368 1'45.892
10  Marcus Ericsson Sauber/Ferrari    
11  Carlos Sainz Renault    
12  Sergey Sirotkin Williams/Mercedes    
13  Lance Stroll Williams/Mercedes    
14  Brendon Hartley Toro Rosso/Honda    
15  S.Vandoorne McLaren/Renault    
Daniel Ricciardo Red Bull/TAG Heuer    
Kimi Räikkönen Ferrari    
Charles Leclerc Sauber/Ferrari    
Fernando Alonso McLaren/Renault    
Nico Hülkenberg Renault    
Próxima Fórmula 1 matéria
GALERIA: Alonso recebe toque e voa sobre Leclerc em largada

Previous article

GALERIA: Alonso recebe toque e voa sobre Leclerc em largada

Next article

TABELA: Vettel reduz diferença para Hamilton após Spa

TABELA: Vettel reduz diferença para Hamilton após Spa
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Tipo de matéria Relato da corrida