Vettel: Último passo para novo título é o mais difícil

Alemão acredita que base para 2018 é boa, mas reconhece dificuldades em momentos decisivos

Apesar da Ferrari ter conseguido uma grande melhoria em 2017, a escuderia não leva um piloto ao título desde 2007, quando Kimi Raikkonen foi o campeão. Pelo mundial de construtores, o time italiano não vence desde 2008.

Sebastian Vettel acredita que a Ferrari pode ter este impulso em 2018, mas reconheceu que não será fácil quebrar a sequência de títulos da Mercedes.

"Obviamente, os regulamentos ficaram iguais. Penso que temos uma plataforma boa e saudável para construir no início do ano, então espero que possamos continuar", disse Vettel.

"O que temos a fazer é dar esse passo final. Se você olhar para trás, é sempre o último passo que é o mais difícil.”

"Há muito trabalho em curso e nos últimos dois meses ficamos focados para o próximo ano, tentando fazer o carro mais rápido. Veremos onde estamos".

Antes de 2017, a Ferrari não estava em uma luta por campeonato desde Fernando Alonso em 2010. Foi a primeira vez que Vettel foi candidato ao título desde o último de seus quatro sucessos consecutivos com a Red Bull em 2013.

"No final, como piloto, você quer ganhar e, obviamente, quando você é competitivo no começo, você não sabe se será suficiente para lutar pelo campeonato", disse ele.

"Normalmente, se o carro é rápido e você está fazendo o seu trabalho bem, então, à medida que do progresso da temporada, isso o levará a ter boas ou más notícias.”

"Na maior parte do ano, acho que foram boas notícias.”

"Houve algumas semanas que foram bastante dolorosas para nós, mas, em geral, sempre é ótimo se você tiver um pacote que você possa levar para essa luta."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias