Vettel usará 6º motor neste ano e sofrerá castigo; Red Bull estuda quando trocar

Alemão precisará do sexto motor e ultrapassará o limite imposto pela FIA

Vettel precisará do sexto motor para esta temporada
O tetracampeão Sebastian Vettel não escapará da troca de motores para as próximas etapas do Mundial de Fórmula 1. Desta forma, antes do fim da temporada, utilizará a sexta peça, uma a mais do que a permitida pela FIA, e receberá uma punição no evento.
 
[publicidade] Com problemas no motor Renault, o alemão recebeu o veredicto negativo após os treinos livres para o GP de Cingapura, a ser disputado neste final de semana. 
 
“Nós tivemos que parar o motor, porque ocorreu  uma perda de pressão de óleo”, explicou o chefe de operações da Renault, Remi Taffin. “Isso afetou o ICE (motor de combustão interna). Nós ainda precisamos verificar, mas ele está perdido”, lamentou.
 
“Com esta falha, vamos ter que utilizar uma sexta. Agora é uma questão de qual será o melhor momento para fazer isso”, prosseguiu Taffin, que praticamente descartou a utilização do sexto motor em Cingapura, uma pista de difícil ultrapassagem e que permitira pouca chance de recuperação a Vettel.
 
“Acho que quando você está em Cingapura, você não quer ter uma punição assim, pois é difícil de ultrapassar. Se olharmos um pouco mais, talvez aconteça na Rússia ou em Austin, onde há retas e você pode ultrapassar”, destacou.
 
No momento em que trocar para o sexto motor, Sebastian Vettel receberá uma punição de dez posições no grid de largada. O alemão saberá em qual lugar largará em Cingapura neste sábado, quando será realizado o treino classificatório para a corrida no sudeste asiático.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias