Vettel volta a comandar na terceira sessão de treinos livres

compartilhar
comentários
Vettel volta a comandar na terceira sessão de treinos livres
Por: Julianne Cerasoli
30 de jul de 2011 07:06

Alemão fica a três décimos de Alonso no último treino antes da classificação para o GP da Hungria, Massa é quinto

Vettel foi o mais rápido na terceira sessão de treinos livres

Sebastian Vettel retomou o caminho da ponta na terceira sessão de treinos livres para o GP da Hungria. Melhor com pneus macios e super macios, o alemão dominou o último treino antes da classificação. Alonso foi segundo, e Button, terceiro. Massa terminou em quinto e Barrichello, mais uma vez, foi 14º.
A pista esteve mais quente do que em qualquer treino neste final de semana nesta terceira sessão, com 33ºC e 22ºC na temperatura ambiente.

As Mercedes começaram os trabalhos com um long run que só durou sete voltas no pneu macio: Michael Schumacher logo apareceu no rádio reclamando que os pneus tinham ido embora.

Enquanto isso, Button e Hamilton levavam a McLaren à ponta. Mas não demorou muito para Vettel mostrar serviço e colocar mais de seis décimos na dupla inglesa de cara de quase um segundo na volta seguinte. Logo Webber fez companhia para o alemão na ponta, mas oito décimos atrás. Ao final do primeiro stint, Vettel levava seis décimos de vantagem para Webber, com Hamilton a centésimos do australiano.

As Ferrari entraram na pista depois que os rivais voltaram para os boxes e Alonso ficou a oito décimos do líder, com Button em quinto e Massa em sétimo, atrás de Schumacher, que já havia usado os pneus super macios.

O primeiro entre os líderes a calçar os Pirelli vermelhos foi Alonso, que bateu a marca de Vettel em meio segundo, melhorando seu próprio tempo em 1s3. Massa ficou a meio segundo do companheiro, com uma saída de pista em sua volta rápida.

Hamilton também errou em suas duas voltas lançadas, passando reto na primeira curva e na sétima, e acabou não fazendo sua simulação de classificação. Button ficou a 170 milésimos do espanhol. Preso no tráfego, Webber não conseguiu bater os dois primeiros e ficou a sete milésimos do piloto da McLaren. Quem bateu Alonso no finalzinho foi Vettel, por três décimos.

Confirmando a tradição desde o GP da Alemanha, Rubens Barrichello foi o 14º, com Pastor Maldonado logo atrás.

Confira os tempos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Next article
"Não adianta querer ser herói e passear na grama", diz Bruno

Previous article

"Não adianta querer ser herói e passear na grama", diz Bruno

Next article

Após "batalha", Tamas Rohonyi comemora sucesso de GP da Hungria

Após "batalha", Tamas Rohonyi comemora sucesso de GP da Hungria
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pilotos Sebastian Vettel Shop Now
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias