Villeneuve critica ordens da Mercedes em Abu Dhabi

Campeão mundial em 1997, canadense crê que equipe devia ter se colocado em segundo plano: “tinham que entender isso”

Depois da coroação de Nico Rosberg como o campeão mundial da Fórmula 1 em 2016, Jacques Villeneuve criticou as mensagens da Mercedes a Lewis Hamilton durante a prova quando o inglês tentava segurar o ritmo da corrida para juntar os carros.

Na opinião do canadense, que fez o mesmo quando disputou o título com Schumacher em Suzuka em 1997, Hamilton não foi desonesto.

"Foi uma grande corrida, Lewis fez o que pôde e nunca foi sujo", disse Villeneuve ao Motorsport.com.

"A única pena são as mensagens da equipe. Isso não ficou muito bem, porque Lewis não fez nada de sujo. Ele jogou com o que ele tinha.”

"Então foi ok. Não havia nada a perder para a Mercedes. Ambos jogaram bem com o que tinham."

Perguntado se teria feito o mesmo contra o companheiro de Williams Damon Hill há 20 anos, Villeneuve disse: "Provavelmente teria feito ainda mais. Na última corrida, quando sua equipe não pode mais perder o campeonato, não há mais equipe.”

"Esta é a única época do ano em que a equipe tem que ficar para trás e entender isso."

Sobre se Rosberg foi um campeão digno, Villeneuve falou: "Com certeza, e Lewis se certificou disso”.

"Da forma como Nico atacou o final da temporada, ele não tentou tanto vencer. Foi diferente.”

"Lewis acordou um pouco tarde demais, foi isso que lhe custou o título este ano. Ele percebeu na metade da temporada que Nico era rápido e Nico era um competidor. Mas foi um pouco tarde demais."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jacques Villeneuve , Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias