Villeneuve dispara: "Vettel e Alonso aparecem porque grid da F-1 é medíocre"

Campeão de 1997 não acredita que novo regulamento privilegie pilotagem: "Lentamente o piloto está se tornando um passageiro"

O canadense Jacques Villeneuve vê nas novas regras da Fórmula 1 falta de valorização à pilotagem. Para o vencedor das 500 Milhas de Indianápolis de 1995, atualmente se precisa de menos talento para dirigir um carro de Fórmula 1 do que antigamente, e, pelos avanços técnicos, os pilotos não precisam mais do mesmo “feeling” e percepção de outros tempos.

"É muito difícil ver alguém se destacar sob estes regulamentos", disse Villeneuve ao site Crash.net. "Obviamente, Vettel e Alonso se destacam porque o resto do grid é medíocre."

"Os carros estão se tornando cada vez mais fáceis de se conduzir, de modo cada vez se precisa de menos talento. Mesmo no ano passado, os pilotos tinham que desacelerar nas curvas para salvar os pneus e as equipes diziam para eles onde desacelerar.”

“Nem são os próprios pilotos que usavam o 'feeling' nisso. As equipes diziam a eles: 'OK, não ande tão forte naquela curva ou em outra, porque as temperaturas estão subindo'. Não é mais o talento do piloto. Lentamente o piloto está se tornando um passageiro do carro, o que se queria há um tempo atrás.”

O ex-piloto de Williams, B.A.R., Renault, Sauber e BMW também é cético quanto aos novos desafios da Fórmula 1 em 2014.

"No próximo ano eles serão super lentos, eles nem sequer vão andar forte, a economia de combustível é feita eletronicamente. O motor desacelera em sozinho durante a reta. Não é o piloto que tem que saber quando e como economizar combustível, ele tem muito pouco a fazer."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias