Villeneuve: GP da Alemanha pode fazer Hamilton imbatível

compartilhar
comentários
Villeneuve: GP da Alemanha pode fazer Hamilton imbatível
Por: Matt Beer
26 de jul de 2018 16:39

Campeão de 1997 vê similaridades entre prova de Hockenheim deste ano com Cingapura no ano passado

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, leads Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18
Jacques Villeneuve, Sky Italia
Race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, celebrates in Parc Ferme with his team
Podium: Race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, second place Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, walks away from his car after crashing out from the lead
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, crashes out of the race

Uma corrida que parecia que iria melhorar substancialmente a vantagem no campeonato mundial para Sebastian Vettel, onde o alemão liderava da pole enquanto Lewis Hamilton tinha que se recuperar vindo de 14º no grid, terminou com Hamilton ganhando e liderando a classificação do mundial por 17 pontos, após ter vencido Vettel na chuva do final da prova.

Villeneuve comparou essa mudança de sorte com Cingapura em setembro do ano passado, quando Hamilton venceu em um final de semana que Vettel abandonou em um acidente na primeira volta envolvendo seu companheiro de equipe da Ferrari, Kimi Raikkonen, e Max Verstappen da Red Bull.

Isso deixou Hamilton com uma vantagem de 28 pontos, e até o final do mês seguinte ele conquistou o título de 2017 com duas corridas de vantagem.

"O efeito pode ser semelhante ao de Cingapura no ano passado", disse Villeneuve ao Motorsport.com.

"Lewis estava completamente deprimido, pensava que todo mundo o odiava e assim por diante. Essa foi a sua atitude, mesmo antes da corrida. Seus comentários foram completamente para baixo. E, no fim, ficou com os 25 pontos. Foi o que aconteceu em Cingapura, se bem me lembro.”

"E em Cingapura ele foi imbatível. Ele teve essa mentalidade nas três ou quatro corridas após isso, de que ninguém poderia vencê-lo.”

"Talvez seja isso o que vamos ver agora. Saiu caro para Vettel. E isso pode levar Lewis a um estado de espírito muito positivo."

Apesar de Villeneuve ter admitido que o acidente de Vettel em Hockenheim foi "desnecessário porque ele tinha a liderança", ele disse que o erro foi completamente compreensível nas condições complicadas.

"É um erro muito fácil de cometer. Você nunca sabe quanta água há na pista", disse ele.

"Você é o líder. Quando você é segundo ou terceiro, você vê o líder, você vê os outros caras. Kimi aliviou o pé. É fácil dizer de fora: 'que erro estúpido'. É tão fácil de errar assim neste tipo de condição."

Villeneuve também descartou qualquer reclamação sobre a Mercedes pedir a Valtteri Bottas para não atacar Hamilton pela liderança nas etapas finais da corrida.

"Por que as pessoas deveriam estar chateadas?" ele disse. "As equipes estão tentando ganhar o campeonato. Eles fazem o que for preciso”.

"Você é obrigado a ter os dois carros com exatamente os mesmos patrocinadores. Se você tivesse permissão para ter os dois carros completamente diferentes, então você não poderia impor ordens de equipe. É simples assim.”

"Mas não há como você proibir ordens quando os gastos são tão altos."

Próxima Fórmula 1 matéria
Bottas insiste que não é escudeiro de Hamilton

Previous article

Bottas insiste que não é escudeiro de Hamilton

Next article

Quatro coisas que estarão em jogo no GP da Hungria de F1

Quatro coisas que estarão em jogo no GP da Hungria de F1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Matt Beer
Tipo de matéria Últimas notícias