Vitória não significa fim dos problemas com pneus, diz Brawn

Para chefe da Mercedes, equipe pode ter acertado na Hungria, mas precisa de mais tempo para entender novo composto

Apesar da vitória de Lewis Hamilton no escaldante GP da Hungria, a Mercedes não descarta voltar a ter problemas com os pneus nas próximas etapas.

A vitória aconteceu na primeira prova realizada com os compostos novos da Pirelli, que teriam ajudado a equipe a evitar os problemas que vinha sofrendo com o superaquecimento dos pneus.

“Não há dúvidas de que [a nova construção] vai ser melhor para uns do que outros, mas ainda não tenho ideia se será melhor para nós. Talvez isso tenha mudado a ordem um pouco, porque quem estava indo muito bem teve um pouco de dificuldade, mas tenho certeza de que os outros lidarão com isso”, afirmou o chefe da Mercedes, Ross Brawn.

“Apenas começamos a compreender o pneu original em Silverstone e tivemos que mudar tudo de novo. Acertamos no último final de semana, mas isso não significa que o mesmo acontecerá em Spa, porque cada situação é diferente. Você tem de adquirir a compreensão dos pneus e usá-la de maneira certa.”

Brawn lembrou ainda que a equipe não ficou parada após a performance decepcionante do GP da Alemanha, também disputado sob calor, ainda que menos intenso que o de Budapeste. “Nurburgring foi outra peça do quebra-cabeça. Em nossa análise pós-prova, acho que compreendemos melhor o que aconteceu.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias