Voltando ao palco da primeira vitória, Hamilton diz que nunca desistiu

Sétimo vencedor diferente na temporada agradece empenho da McLaren e garante: "amei cada segundo dessa prova"

Lewis Hamilton

Voltando ao palco de sua primeira vitória na F-1, em 2007, Lewis Hamilton acabou com a fila que já durava 8 GPs, desde Abu Dhabi, para cruzar a linha de chegada pela primeira vez em 2012 na liderança.

Mas a conquista esteve longe de ser tranquila. Mesmo depois de fazer sua segunda parada e ver que os rivais Fernando Alonso e Sebastian Vettel seguiam na pista, na tentativa de não parar mais, o inglês garantiu que não deixou de crer na vitória.

“Nunca duvidei de que havia a possibilidade de vencer. Sabia que, se tivesse continuado na pista, não conseguiria me defender de Grosjean e Perez, meus pneus não aguentariam se fizesse apenas uma parada.”

Hamilton que, com o resultado, foi alçado à liderança do campeonato, destacou o trabalho da McLaren, que não vencia uma prova desde a primeira etapa, na Austrália.

“Queria parabenizar esses dois caras e também a equipe, que nunca desistiu. Os fãs também foram muito positivos o tempo todo. Hoje eu sabia que seria difícil, mas amei cada segundo dessa prova. Ainda estou percebendo o que aconteceu. Faz cinco anos que venci aqui pela primeira vez, mas o sentimento é o mesmo. Estou orgulhoso da equipe, que continuou forçando. Foi uma das minhas melhores corridas em algum tempo.”

O único ponto negativo da corrida para o inglês foi a perda de tempo em ambos os seus pit stops. Mas, diferentemente das últimas corridas, hoje o piloto acredita que as falhas foram dele mesmo.

“Talvez nos dois casos tenha sido minha falta, não sei, mas nossos pit stops melhoraram bastante e é uma área em que ainda temos de trabalhar.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias