Voltando ao Q2, Nasr mira pontos no GP da Rússia

Piloto da Sauber consegue maximizar potencial do carro em Sochi mesmo com pouco tempo para treinar neste fim de semana

Felipe Nasr fez uma boa classificação neste sábado (10) em Sochi, na Rússia. O piloto bateu ninguém menos que o bicampeão Fernando Alonso para ficar dentro do Q2 e depois maximizou o resultado, ficando na 12ª posição. Por 0.1s Felipe não conseguiu passar para o Q3 para disputar os dez primeiros lugares.

"Foi uma boa classificação. Foi muito próximo”, disse o brasileiro.

“Como eu não havia utilizado os pneus supermacios para fazer simulação de classificação no terceiro treino livre, tive que encontrar meu ritmo rapidamente para compreendê-los no Q1.”

“Felizmente durante o treino fizemos as mudanças certas e fizemos os pneus trabalharem na janela correta. Podemos estar satisfeitos com este resultado.”

“12º é uma boa posição, da qual poderemos lutar por alguns pontos amanhã."

Ericsson acabou não indo bem, e larga amanhã de 16º após a punição aplicada a Fernando Alonso. "A classificação foi um pouco como ir para o desconhecido, por causa do tempo de pista limitado no terceiro treino livre.”

“Não funcionou como o planejado. Em minha primeira tentativa eu tive uma bandeira amarela quando estava na minha volta rápida. Na segunda infelizmente tive problemas com sensores nos pneus, por isso não soube as temperaturas corretas. Precisamos lutar amanhã. "

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Pista Sochi Autodrom
Pilotos Felipe Nasr
Equipes Sauber
Tipo de artigo Últimas notícias