Webber considera aposentadoria: "Tenho decisões a tomar"

Australiano diz se manter motivado para sequencia do ano, mas revela já ter pensado em vida fora da Fórmula 1

Webber tem dois pódios neste ano

A temporada de 2013 pode ser a última do australiano Mark Webber. Na F-1 desde 2002, o piloto foi batido nos últimos anos pelo alemão Sebastian Vettel dentro da Red Bull. Neste ano, Webber ainda não conseguiu se classificar à frente do alemão e vê o parceiro liderando o campeonato com quase o dobro de seus pontos.

“Vou me manter dirigindo bem. Obviamente algumas outras pessoas estarão querendo o meu lugar, e serão mais atrativas para a Red Bull”, falou Webber à rádio Sky Sports Austrália.

“Mas minha relação é boa com Dietrich Mateschitz, e estive em contato com ele nos últimos seis ou oito meses. Vou continuar onde meu pensamento e meu nível de energia estão. Minha motivação é ainda para operar neste nível.”

O australiano diz que já admite a vida fora da F-1, mas diz que precisa de mais tempo para tomar uma decisão.

“Não vou ser leviano. Sou muito responsável e focado para chegar no meu objetivo. Eu respeito isso e eu não banalizo o quanto é importante operar a este nível, eu adoro fazer isso.”

“Eu tenho que tomar algumas decisões, mas não logo, eu acho. Ainda preciso ter um pouco mais de tempo, e posso fazer razoavelmente tarde, eu diria. Não há garantias no esporte.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias